G1 Santos

Adolescente desaparece no litoral de SP, manda mensagem estranha dias depois e pai pede ajuda: ‘desesperado’

today6 de julho de 2023 6

Fundo
share close

A jovem mandou mensagens ao pai dizendo que estava bem, em Cubatão (SP), e retornaria dia 24, um dia antes de uma viagem que está marcada com a família. No entanto, o pai desconfia que o recado não tenha sido enviado por Kamylla devido à forma de escrita.

“Ela nunca me chama de ‘papis’, me chama de pai. […] Estou muito preocupado”, disse Ataide Adriano da Rocha Silva, de 34 anos, em entrevista ao g1.

Ele contou que nunca mais conseguiu contato com a filha após as mensagens e acredita que a jovem esteja sendo mantida por alguém. “Com gente boa, ela não está. Está com gente ruim, porque ninguém acolhe uma adolescente de 14 anos sem saber quem são os pais”, disse.



O pai cria a menina desde os cinco anos. Ele morava no Nordeste e se mudou para o litoral paulista com ela quando se separou da mãe da adolescente. No entanto, o homem garante que, apesar da distância, a relação com a ex-mulher é boa.

Kamylla seguiu mantendo contato com a mãe por meio de mensagens e ligações. No dia que a jovem mandou mensagem para o pai, ela também mandou as mesmas informações para a mãe.

Atualmente, Ataide tem relacionamento com outra mulher, com quem teve um filho. Ele mora com a atual companheira, o caçula e Kamylla no bairro Santa Maria, em Santos. No entanto, a esposa viajou com o menino de 5 anos e ele ficou apenas com a adolescente em casa.

“Como as aulas acabaram e ela está de férias, eu falei: ‘Kamylla não sai de casa, tem celular, internet, tudo, pelo amor de Deus’”, contou o homem, sobre o último dia que viu a filha. Ele saiu do serviço às 17h na sexta-feira (30) e, ao chegar em casa meia hora depois, não encontrou a jovem.

“Não maltratava ela, jamais. Não tem motivo para ela sair de casa. Foram as amizades que a arrastaram e ela caiu”, disse. No dia seguinte ao desaparecimento, Ataide fez um boletim de ocorrência no 5º Distrito Policial (DP) de Santos.

Ele contou à polícia que já está com passagem aérea comprada para ir à Recife (PE) junto com Kamylla no dia 25 de julho, pois ela irá morar com a mãe. Segundo Ataide, este foi um pedido da própria adolescente. Ele, inclusive, diz ter comprado roupas para a jovem usar na viagem.

“O documento dela está bloqueado. Se não aparecer antes do dia 23, não viajo mais porque tem que ir à delegacia pedir para desbloquear”, contou. De acordo com o pai, a adolescente já chegou a sair de casa há cerca de dois anos, mas na ocasião foi rapidamente encontrada na casa de uma amiga na mesma região em que mora.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

operacao-deep-bank:-por-que-a-regiao-de-campinas-e-atrativa-para-crimes-financeiros?

G1 Santos

Operação Deep Bank: por que a região de Campinas é atrativa para crimes financeiros?

Foram apreendidos R$ 40 mil em dinheiro, um carro, documentos, além de celulares e computadores. A Justiça ainda determinou o bloqueio de R$ 129 milhões em bens e valores dos envolvidos. O delegado chefe da Polícia Federal na metrópole, Edson Geraldo de Souza, afirmou que a região de Campinas é uma das mais atrativas para crimes financeiros e, consequentemente, um dos maiores polos deste tipo de prática no Brasil. Mas, […]

today6 de julho de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%