G1 Santos

Advogada aposentada de 78 anos leva uma vida ‘fora da caixinha’ ao dar aulas, estudar e organizar festas para alunos

today30 de abril de 2023 26

Fundo
share close

Idosa, baladeira e estudiosa, ela participa de um curso para a Terceira Idade na Universidade Católica de Santos, no litoral de São Paulo, há uma década. Ela contou ao g1, nesta quarta-feira (26), que foi esse período que a fez abrir a mente e “sair da caixinha”.

Também conhecida como Dedé, Maria Ede ainda cursou licenciatura em Filosofia e Sociologia há aproximadamente sete anos, além de diversos outros cursos on-line que fez durante a pandemia. “Acho que isso me agregou outra visão de mundo, [de como] ver as pessoas ao meu redor. Sou bastante aberta a aprender e conhecer. Eu aprendi muito aprendendo”, ressalta.

Como estudante e presidente do grêmio estudantil do curso para a Terceira Idade, ela faz questão de auxiliar na mudança de grade curricular para os alunos. Neste semestre, os 25 idosos, que têm mais de 60 anos e participam das aulas, terão as seguintes disciplinas: Psicologia, Plantas Medicinais, Uso Racional de Medicamentos, História Geral [aprenderão sobre a revolução mexicana], Comunicação e Música.



Turma da terceira Idade durante aula em laboratório em uma universidade em Santos, no litoral de São Paulo. — Foto: Arquivo Pessoal

A advogada aposentada ainda dá aulas em outro curso voltado para idosos, porém, na Universidade do Oeste Paulista, no campus de Guarujá (SP). Ela faz questão de ressaltar aos alunos a importância do conhecimento. “Eu falo para a turma: estudem, porque a única coisa que te salva é ter conhecimento”, afirma.

Etarismo, deboche e lamentações

“Isso foi inadmissível, não existe limites para o aprendizado, tenho um aluno de 90 anos e ele é altamente participativo. A idade cronológica não quer dizer nada”, ressalta.

Maria Ede Catani Antunes participa do curso para a Terceira Idade na Universidade Católica de Santos há uma década. — Foto: Caroline Melo/ g1 e Arquivo Pessoal

A vida social da idosa é agitada. O dia dela começa às 7h30, sempre com uma caminhada pela faixa de areia das praias de São Vicente e Santos, e termina por volta das 1h. Na rotina corrida da idosa estão: as aulas que participa e leciona, os encontros em grupos sociais de idosos, clube do livro, idas ao teatro e o trabalho voluntário no centro espírita que frequenta.

Inclusive, é pela vontade de interagir com novas pessoas que Maria Ede decidiu lecionar em um curso para idosos. “[Isso] me obriga a estudar sempre e a conviver com pessoas diferentes, pegar transporte público, Uber, entre outros”.

Nos corredores das duas universidades, Dedé é sempre parada por funcionários e alunos, todos querendo conversar. É essa simpatia que a faz ser querida pelos colegas de classe.

Idosa, baladeira e estudiosa: Advogada aposentada se divide entre cursos e viver a vida ‘loucamente’ aos 78 anos no litoral de SP — Foto: Arquivo Pessoal

Presidente do grêmio estudantil do curso para a Terceira Idade, Maria Ede foca na interação entre alunos e organiza encontros com os amigos em restaurantes e bares, além das “festas” que faz na universidade, como lanches comunitários.

De acordo com ela, depois que os dois filhos saíram de casa resolveu se mudar mudar para o litoral de SP com o falecido marido em busca de mais qualidade de vida. “Meus filhos são tranquilos e eles acham [minha vida] uma loucura. Eu gosto também de chocar [as pessoas]. Isso faz parte da minha personalidade. É para ver se elas acordam”.

Maria Ede Catani Antunes participa do curso para a Terceira Idade em uma universidade de Santos (SP) há uma década. — Foto: Caroline Melo/ g1

Nessa onda de escandalizar as pessoas ao seu redor, Maria Ede decidiu ir à Parada do orgulho LGBTQIA+ em São Paulo no ano passado. Ela convenceu os familiares a irem com ela e ainda acompanhou o trio elétrico, que percorreu a Avenida Paulista. “Tem uma energia fora de série”, disse a idosa, que ressaltou a organização e felicidade do público.

Apesar de ter realizado diversos sonhos na vida, Dedé ainda sonha em fazer a travessia de navio, da Europa para o continente americano.

Maria Ede Catani Antunes não se deixa abalar pelos comentários que costuma ouvir. — Foto: Arquivo pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

duas-pessoas-morrem-em-ataque-de-missil-ucraniano-em-vilarejo-russo,-diz-governador

G1 Mundo

Duas pessoas morrem em ataque de míssil ucraniano em vilarejo russo, diz governador

Diversos mísseis ucranianos atingiram o vilarejo de Suzemka, localizado a cerca de 10 km da fronteira russo-ucraniana, afirmou Alexander Bogomaz, governador da região de Bryansk Oblast. "Devido ao ataque infligido por nacionalistas ucranianos, infelizmente dois civis foram mortos", publicou ele no Telegram. "Um prédio residencial foi completamente destruído e outras duas casas foram parcialmente danificadas", ele acrescentou. No sábado (29), a cidade de Nova Kakhovka, localizada na região de Kherson, […]

today30 de abril de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%