G1 Santos

Alfândega de Santos, no litoral de São Paulo, ganhará um novo Museu de Produtos Contrafeitos

today7 de novembro de 2023 8

Fundo
share close

A sede da Alfândega de Santos, no litoral de São Paulo, ganhará um novo Museu de Produtos Contrafeitos em 2024. O equipamento, que será instalado no andar térreo do edifício, irá expor diversos tipos de produtos falsificados apreendidos pela Receita Federal no Porto de Santos. A inauguração do novo espaço está prevista para abril de 2024.

Segundo a Receita Federal, o objetivo do novo Museu é conscientizar a população sobre os malefícios da pirataria. No local, serão expostos produtos apreendidos pelo órgão, com ênfase naqueles que causam dano à sociedade ou riscos ao seus usuários.

Além disso, o novo museu permitirá que crianças e adultos tenham a oportunidade de aprender sobre Cidadania Fiscal de maneira lúdica e divertida, além de expor de perto o trabalho da Receita Federal no controle do comércio exterior.



O museu será alojado parcialmente dentro de um grande contêiner, onde haverá telas interativas e jogos para os visitantes. Ainda de acordo com a Receita Federal, um dos públicos-alvo do museu são os estudantes, especialmente, de escolas públicas.

O acordo de cooperação e o plano de trabalho que viabilizarão a reforma e a modernização do espaço já existente do Museu foram assinados no último dia 1°, pela Receita Federal, pelo Instituto Sociocultural Brasil China (Ibrachina) e pela Associação Paulista dos Empreendedores do Circuito das Compras (Apecc).

O novo Museu de Produtos Contrafeitos será mais um novo atrativo ao Centro Histórico de Santos para 2024. O equipamento se somará ao futuro Parque Valongo, projeto de revitalização que está transformando áreas de antigos portuários, em espaço de lazer, convivência e de atividades esportivas e culturais.

Novo Museu de Produtos Contrafeitos da Alfândega será instalado no andar térreo do edifício sede da Alfândega de Santos — Foto: Divulgação/Receita Federal

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

human-rights-watch-divulga-relatorio-e-aponta-falhas-nas-investigacoes-das-28-mortes-da-operacao-escudo;-ssp-nega

G1 Santos

Human Rights Watch divulga relatório e aponta falhas nas investigações das 28 mortes da Operação Escudo; SSP nega

De acordo com o relatório da HRW intitulado "Prometem Matar 30: Assassinatos de Polícia na Baixada Santista, Estado de São Paulo, Brasil", as medidas iniciais tomadas pela Polícia Civil e Forense para investigar as 28 mortes durante a Operação Escudo foram inadequadas e não cumpriram padrões internacionais. A ONG analisou 26 boletins de ocorrência, fotografias e 15 laudos necroscópicos, além de realizar entrevistas com autoridades e membros da comunidade, incluindo […]

today7 de novembro de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%