Pleno News

Alguns apostaram que Lula iria vetar a taxação de compras até 50 dólares; ledo engano

today28 de junho de 2024 6

Fundo
share close

A isenção de impostos para importação, nessa faixa de valores, beneficiava os mais humildes

Marco Feliciano – 28/06/2024 12h45

Compra online

Compra online Foto: Pixabay

A isenção de impostos para importação de produtos até 50 dólares (R$ 277, na cotação desta sexta, 28) beneficiava os mais humildes que tinham a chance de se beneficiarem de produtos importados de boa qualidade livre de taxas.

O fato é que alguns apostaram que Lula iria vetar a taxação da Shein para beneficiar os mais humildes; mas, para infelicidade destes, ele sancionou o projeto. Resolveu taxar os produtos para aumentar a arrecadação, achando que com sua política nefasta irá resolver todos os problemas do país. Só pra constar: quem fez o “L” está lascado…

Finalizo pedindo a Deus que olhe por esse povo que não aguenta mais pagar impostos para sustentar essa máquina insaciável que se tornou o governo do país. E que Ele derrame as mais escolhidas bênçãos celestiais a todo povo brasileiro.



Marco Feliciano é pastor e está em seu quarto mandato consecutivo como deputado federal pelo Estado de São Paulo. Ele também é escritor, cantor e presidente da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Lula assina ‘taxa das blusinhas’, e cobrança deve iniciar em agosto

2 Haddad diz que “ninguém está aumentando a carga tributária”

3 Bolsonaro critica Lula: “Em nossa gestão impedimos a taxação”

4 “Sou um pobre que chegou na Presidência”, declara Lula

5 Na Suíça, Lula volta a defender a taxação dos super-ricos

Siga-nos nas nossas redes!

O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Pleno News.

Por: Marco Feliciano

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-primeira-grande-vitoria-de-milei,-argentina-aprova-em-definitivo-projeto-de-reforma-economica

G1 Mundo

Em primeira grande vitória de Milei, Argentina aprova em definitivo projeto de reforma econômica

As discussões finais sobre o projeto de reforma primária de Milei e sua contrapartida fiscal começaram na quinta-feira na Câmara dos Deputados. Com a aprovação inicial já garantida, o foco do debate era o acordo sobre os detalhes finais antes de as medidas se tornarem lei. A legislação, que oferece incentivos ao investimento, aborda a privatização de uma série de entidades estatais e reajusta os impostos, atingirá alguns dos principais […]

today28 de junho de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%