G1 Mundo

Após distúrbios, França proíbe venda de fogos de artifício durante feriado nacional

today9 de julho de 2023 4

Fundo
share close

Além da proibição, a primeira-ministra, Elisabeth Borne, anunciou a mobilização “massiva” de meios de segurança para a ocasião.


Manifestantes franceses disparam fogos de artifício na direção da polícia em Paris no dia 30 de junho de 2023 — Foto: Aurelien Morissard/AP



Neste domingo (9), o governo francês proibiu a venda e o uso de fogos de artifício durante o feriado nacional de 14 de julho, devido ao seu uso contra as forças de segurança em episódios recentes de violência urbana no país.

Os fogos de artifício, normalmente disponibilizados gratuitamente, são, por vezes, utilizados durante confrontos com a polícia.

Temendo um novo surto de violência durante o feriado nacional, o governo publicou um decreto proibindo sua venda nos dias 14 e 15 de julho.

“A fim de evitar o risco de grave desordem pública durante as festividades de 14 de julho, a venda, o porte, transporte e uso de artigos pirotécnicos e fogos de artifício estão proibidos em toda a França até 15 de julho inclusive”, diz o decreto.

Manifestantes entram em confronto com a polícia após a morte de Nahel, uma adolescente de 17 anos morta por um policial francês durante uma parada de trânsito, em Nanterre, subúrbio de Paris, França, 30 de junho de 2023. — Foto: REUTERS/Gonzalo Fuentes

Esta proibição não se aplica a profissionais autorizados ou a municípios que organizam shows de fogos de artifício no feriado, acrescenta.

Além da proibição, a primeira-ministra, Elisabeth Borne, anunciou a mobilização “massiva” de meios de segurança para a ocasião.

Carro em chamas é lançado contra casa de prefeito em meio a protestos na França

Carro em chamas é lançado contra casa de prefeito em meio a protestos na França

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cupula-do-brics-na-africa-do-sul-sera-presencial,-apesar-de-mandado-de-prisao-contra-putin

G1 Mundo

Cúpula do Brics na África do Sul será presencial, apesar de mandado de prisão contra Putin

O presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, confirmou neste domingo (9) que a cúpula dos países do grupo Brics deste ano será realizada de forma "presencial", apesar do mandado de prisão contra o presidente russo, Vladimir Putin (entenda mais abaixo). O evento está marcado em Joanesburgo, de 22 a 24 de agosto. À repórteres, Ramaphosa disse que a cúpula do Brics "segue adiante" e que está "finalizando as discussões […]

today9 de julho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%