G1 Mundo

Assange pedirá perdão ao governo dos EUA e será um ‘homem livre’, afirma esposa

today25 de junho de 2024 7

Fundo
share close

Na segunda-feira, Assange, que estava preso no Reino Unido, pegou um voo para as Ilhas Marianas, território norte-americano no Pacífico, após chegar a um histórico acordo com os EUA, no qual reconhece a culpa e recebe liberdade da Justiça dos EUA, que pedia sua extradição à Justiça britânica.

“Existe um princípio de acordo entre Julian e o Departamento de Justiça do país, que deve ser ratificado por um juiz das Ilhas Marianas”, declarou Stella Assange à rede britânica BBC. “Ele será um homem livre depois que o acordo for ratificado pelo juiz”.

Segundo o WikiLeaks, um juiz das Ilhas Marianas deve ratificar o acordo na quarta-feira (26),



À BBC, Stella Assange destacou que o acordo determina que seu marido se declare culpado de uma única acusação. “A acusação diz respeito a atos de espionagem e obtenção e divulgação de informações sobre a defesa nacional“, disse.

“Estou exultante. Francamente, é simplesmente incrível”, afirmou a esposa.

Julian Assange deixa a prisão no Reino Unido

Julian Assange deixa a prisão no Reino Unido

Julian Assange alcançou um acordo com a Justiça dos Estados Unidos para se declarar culpado em troca da liberdade depois de passar cinco anos preso no Reino Unido, segundo documentos judiciais publicados na segunda-feira.

O australiano deixou a penitenciária de Belmarsh, em Londres, e embarcou em um voo no aeroporto de Stansted.

“Não tínhamos certeza até as últimas 24 horas de que isto realmente estava acontecendo”, afirmou Stella Assange à BBC. “O importante aqui é que o acordo envolve um tempo de prisão cumprido que, se ele assinasse, poderia sair livre”, explicou.

Perseguido pelas autoridades norte-americanas por ter divulgado centenas de milhares de documentos confidenciais, o australiano deve comparecer a um tribunal federal na quarta-feira às 09h (20h no horário de Brasília) nas Ilhas Marianas.

Stella Assange disse à BBC que o fim do processo legal que durou anos, quando seu marido embarcou em um avião de Londres para Bangcoc na segunda-feira, foi um “turbilhão de emoções”.

“A prioridade agora é que Julian recupere sua saúde”, declarou Stella Assange, com quem o fundador do WikiLeaks tem dois filhos.

“Ele está em péssimo estado há cinco anos e deseja ter contato com a natureza. É isso que ambos queremos agora, ter tempo e privacidade, e simplesmente começar este novo capítulo”, concluiu a advogada de 40 anos, que nasceu na África do Sul.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

aviao-que-leva-julian-assange-e-o-mesmo-que-taylor-swift-usou-para-ver-o-namorado-jogar-o-super-bowl

G1 Mundo

Avião que leva Julian Assange é o mesmo que Taylor Swift usou para ver o namorado jogar o Super Bowl

O avião que leva o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, para as Ilhas Marianas do Norte, já foi usado por outra passageira ilustre: Taylor Swift atravessou o Oceano Pacífico com a aronave para ver seu namorado jogar o Super Bowl, no início do ano. Assange deixou a prisão no Reino Unido nesta segunda-feira (24) após chegar a um acordo com a Justiça dos Estados Unidos para se declarar culpado em […]

today25 de junho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%