G1 Mundo

Ataque na Austrália: mergulhador conta como tirou sua cabeça da boca de um crocodilo

today30 de maio de 2023 15

Fundo
share close

Marcus McGowan, de 51 anos, contou como conseguiu tirar sua cabeça das mandíbulas do predador, sofrendo ferimentos.

Ele foi levado de avião para um hospital em uma ilha próxima e depois para a cidade de Cairns, onde recebeu tratamento.

Ataques de crocodilos são incomuns na Austrália, mas nos últimos meses foram registrados vários.



McGowan disse que estava na água com um grupo de pessoas a cerca de 28 km da Ilha Haggerstone, perto de Cape York, quando foi mordido por trás.

“Pensei que fosse um tubarão, mas quando estendi a mão, percebi que era um crocodilo. Consegui abrir suas mandíbulas apenas o suficiente para tirar minha cabeça”, disse ele em um comunicado.

O crocodilo voltou para outra tentativa, disse ele, mas McGowan conta que conseguiu afastá-lo, sofrendo uma mordida na mão.

O departamento de meio ambiente de Queensland disse que investigará o incidente, mas “crocodilos em mar aberto podem ser difíceis de localizar, pois os animais geralmente viajam dezenas de quilômetros por dia”.

O Haggerstone Island Resort é um resort de luxo exclusivo. A ilha inteira, com cerca de 600 km ao norte de Cairns, está disponível para aluguel por US$ 7,6 mil (R$ 38 mil) por noite.

Os crocodilos são comuns no norte tropical da Austrália, onde foram registrados uma série de ataques recentemente.

Em fevereiro, guardas florestais atiraram em um crocodilo de 4,2 m que atacou um homem e comeu seu cachorro em uma rampa de barco remota ao norte de Cairns.

No início deste mês, os restos mortais do pescador Kevin Darmody, de 65 anos, foram encontrados dentro de um crocodilo de 4,1 metros nas proximidades do rio Kennedy — o 13º ataque fatal em Queensland desde o início dos registros em 1985.

Em Queensland, “crocodilos problemáticos” são removidos de áreas onde ameaçam a segurança pública e, em casos raros, sacrificados.

Desde que a caça ao crocodilo foi proibida em 1974, a população de crocodilos do estado se recuperou de cerca de 5 mil animais para cerca de 30 mil hoje.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

moradores-da-vila-belmiro-devem-cadastrar-veiculos-para-circular-em-dias-de-jogos-do-santos-fc-ate-esta-quarta-feira

G1 Santos

Moradores da Vila Belmiro devem cadastrar veículos para circular em dias de jogos do Santos FC até esta quarta-feira

A Prefeitura de Santos, no litoral de São Paulo, divulgou que munícipes que moram no entorno do Estádio Urbano Caldeira, na Vila Belmiro, têm até esta quarta-feira (31) para credenciarem os veículos que podem ter acesso às residências em dias de jogos do Santos Futebol Clube. Conforme divulgado pelo município, 405 automóveis haviam sido credenciados até a tarde desta terça-feira (30). "As novas credenciais deverão ser entregues em junho e […]

today30 de maio de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%