Gospel Prime

Ataque terrorista do Hamas é considerado o mais mortífero da história de Israel

today12 de outubro de 2023 4

Fundo
share close

No dia 7 de outubro de 2023, o Hamas, um grupo extremista islâmico, lançou um ataque terrorista contra Israel, marcando o episódio mais mortal em cinco décadas. O ataque envolveu foguetes, combatentes mascarados usando parapentes e incursões terrestres em áreas residenciais e urbanas, resultando em um massacre sangrento.

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, destacou a gravidade da situação, comparando-a à Guerra do Yom Kipur em 1973, mas enfatizando a diferença fundamental. Enquanto a Guerra do Yom Kipur foi um conflito convencional entre países e exércitos, o atual ataque é um ato terrorista massivo contra civis israelenses. Inclui disparos indiscriminados de foguetes que atingem milhares de civis, resultando em vítimas, incluindo homens, mulheres e crianças. O ataque também envolveu a captura de pessoas, incluindo um sobrevivente do Holocausto em uma cadeira de rodas, e tiroteios nas ruas.

O ataque terrorista já causou mais de 1.200 mortes de israelenses e estrangeiros em território israelense, de acordo com fontes oficiais de Israel.

Entre as testemunhas do horror, o jogador de futebol brasileiro Lucas Spinola Salinas compartilhou suas experiências e expressou sua preocupação com a situação. Muitas famílias foram dizimadas, incluindo jovens, militares e crianças. Além disso, várias pessoas, incluindo cidadãos israelenses e estrangeiros, foram feitas reféns.

Em um pronunciamento na terça-feira (10), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, declarou seu apoio a Israel e condenou o terrorismo, destacando a gravidade do ataque.



Além disso, a data escolhida para o ataque chama a atenção, pois coincidiu com o 50º aniversário do início da Guerra do Yom Kipur em 1973, um conflito entre Israel e nações árabes lideradas pelo Egito e Síria. A estratégia dos terroristas em atacar durante o shabbat, o dia de descanso semanal no judaísmo, também é mencionada como um fator que permitiu a surpresa do ataque.

O shabbat é um dos pilares do judaísmo, e os judeus tradicionalmente cessam o trabalho secular durante esse dia. A estratégia dos terroristas de aproveitar esse período de desconexão para o ataque é vista como deliberada.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

israel-exibiu-fotos-de-bebes-decapitados-e-queimados-aos-eua

Gospel Prime

Israel exibiu fotos de bebês decapitados e queimados aos EUA

O relato de que em uma das comunidades israelenses atacadas pelo Hamas, chamada Kfar Aza, entre Netivot e Sderot, cerca de cinco quilômetros a leste de Gaza, teria sido encontrado ao menos 40 corpos de crianças e bebês, incluindo alguns que tiveram as cabeças arrancadas, foi confirmado pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Em reunião com o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, o premiê exibiu imagens classificadas como […]

today12 de outubro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%