G1 Mundo

Ator George Clooney, democrata, pede que Biden desista da reeleição: ‘Ele não pode vencer a batalha contra o tempo’

today10 de julho de 2024 3

Fundo
share close

Filiado ao Partido Conservador e amigo pessoal de Biden, Clooney disse ter constatado em encontro com o presidente que “ele é mesmo homem que vimos no debate” contra Donald Trump. A performance do presidente no enfrentamento gerou uma onda de pedidos para que ele desista da corrida à Casa Branca.


O ator George Clooney (à esquerda) conversa com o presidente dos EUA, Joe Biden, em evento na Casa Branca em 2022. — Foto: Manuel Balce Ceneta/ AP



O ator de Hollywood George Clooney, um tradicional apoiador do presidente dos EUA, Joe Biden, e do Partido Democrata, pediu nesta quarta-feira (10) que Biden retire sua candidatura à reeleição.

Em um artigo de opinião publicano no jornal “The New York Times”, Clooney, que se disse amigo pessoal de Biden, afirmou ter se reunido com o presidente há três semanas e constatou que ele “era o mesmo homem que todos nós testemunhamos no debate” eleitoral contra Donald Trump, em junho.

“É devastador dizer isso, mas o Joe Biden com quem eu estive há três semanas não é mais o grande nome que era em 2010. Ele não é nem mesmo o Biden de 2020. Ele é o mesmo homem que todos nós testemunhamos no debate”, escreveu Clooney. “Nos quatro últimos anos, ele venceu várias batalhas que enfrentou. Mas a batalha que ele não pode vencer é contra o tempo. Nenhum de nós podemos”.

Clooney costuma participar de grande campanhas de arrecadação de fundos para o Partido Democrata. No início de julho, o ator participou de um luxuoso evento que reuniu cerca de US$ 30 milhões para o candidato democrata em Los Angeles, com a participação também da atriz Julia Roberts e do ex-presidente Barack Obama.

engrossou a lista de personalidades que vêm pedindo para que o presidente dos EUA retire sua candidatura pelo Partido Democrata, o que abriria caminho para que a sigla nomeie outro candidato.

Na semana passada, em uma dura carta a membros do Partido Democrata, ele pediu que seus correligionários deixem de pedir pela sua desistência e desafiou quem duvida dele a enfrentá-lo na convenção do Partido Democrata, em agosto, quando a sigla confirma oficialmente seu candidato à concorrer.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%