G1 Santos

Autoridade Portuária e Prefeitura de Guarujá, SP, renovam convênio para remoção de famílias do Parque Prainha

today20 de junho de 2023 7

Fundo
share close

A prorrogação do convênio para a continuidade do programa de realocação de 649 famílias da comunidade da Prainha, em Guarujá, no litoral de São Paulo, foi assinada nesta segunda-feira (19). As famílias serão destinadas a moradias populares em construção no conjunto Parque da Montanha.

O convênio, que tem validade de 12 meses, permite o repasse cerca de R$ 40 milhões da Autoridade Portuária de Santos (APS) à Prefeitura de Guarujá para a continuidade do programa.

De acordo com a prefeitura, o conjunto Parque da Montanha receberá famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho. Elas moram há décadas em área invadida, de expansão portuária, que pertence à União. O local não tem as condições de habitabilidade e nem infraestrutura necessária para moradia. Segundo a APS, a área é de expansão do Porto Organizado e será mantida sob vigilância para evitar ocupações.



A cerimônia de assinatura contou com a presença do presidente da APS, Anderson Pomini, do prefeito de Guarujá, Válter Sumam e da diretora de Administração e Finanças da APS, Bernadete Bacellar, além de secretários municipais de Guarujá. Ainda segundo a APS, outras realocações vão acontecer em área contígua dentro do programa de benefícios sociais.

APS e Guarujá renovam convênio para realocação de 649 famílias do Parque Prainha — Foto: Autoridade Portuária de Santos (APS)

O Parque da Montanha está localizado no final da Avenida Prefeito Raphael Vitiello, na Vila Edna, e terá no total 1.962 unidades.

Os apartamentos triplex têm forro leve em PVC e piso com placas esmaltadas. O entorno do conjunto habitacional possui estrutura de drenagem, esgoto, iluminação e pavimentação em todas as ruas principais do conjunto, totalizando 10 mil metros quadrados de asfalto.

A primeira fase do empreendimento contou com 574 unidades. Na segunda fase, segundo a prefeitura, são construídas 649 moradias destinadas à famílias do Complexo Prainha, em Vicente de Carvalho, que moram em área de expansão portuária, que pertence à União.

O empreendimento é a 3ª etapa do Projeto Favela Porto Cidade, no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) 1, conforme contrato de repasse firmado em outubro de 2007, com o Ministério das Cidades, atual Ministério do Desenvolvimento Regional, sob gestão da Caixa Econômica Federal.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

feira-cultural-fecha-1a-semana-da-diversidade-sexual-de-guaruja

Prefeitura de Guarujá

Feira Cultural fecha 1ª Semana da Diversidade Sexual de Guarujá

Município proporcionou evento totalmente voltado à comunidade LGBTQIAP+ e segue com objetivo de debater políticas públicas Simbolizando o início de novos debates e empenho à causa LGBTQIAP+, Guarujá realizou a 1ª Semana da Diversidade Sexual no último final de semana. No domingo (18), um grande número de pessoas se reuniu na Praça das Bandeiras para a realização da Feira da Diversidade, encerrando a programação de eventos. A iniciativa da Prefeitura […]

today20 de junho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%