G1 Mundo

Aviões militares dos EUA interceptam aeronaves russas perto do Alasca

today16 de fevereiro de 2023 16

Fundo
share close

‘Os aviões russos permaneceram no espaço aéreo internacional e não entraram no espaço aéreo soberano americano ou canadense’, afirmou a entidade responsável por vigiar os céus dos EUA e do Canadá.


Imagem de 2016 mostra um avião da força aérea americana B-52 (centro), acompanhado por dois jatos de combate — Foto: Kim Hong-Ji/Reuters



Aviões de combate americanos interceptaram aeronaves militares russas perto do estado do Alasca pela segunda vez esta semana, informou nesta quinta-feira (16) o Comando de Defesa Aeroespacial Norte-Americano (Norad), formado pelos Estados Unidos e Canadá.

Essa interceptação de quatro aviões russos, incluindo um bombardeiro Tu-95 e aeronaves de combate Su-30 e Su-35, ocorreu na terça-feira, informou o Norad em um comunicado.

“Os aviões russos permaneceram no espaço aéreo internacional e não entraram no espaço aéreo soberano americano ou canadense”, afirmou a entidade.

Esta foi a segunda interceptação em dois dias. A primeira aconteceu na segunda-feira.

“O Norad avalia que esta atividade de voo russa não está relacionada de nenhuma forma às recentes operações do Norad e do Comando do Norte dos EUA associadas a objetos aéreos sobre a América do Norte nas últimas duas semanas“, afirma a nota.

Aviões americanos derrubaram este mês um suposto balão espião chinês e três objetos não identificados, uma ação ofensiva pouco comum para os caças estacionados na América do Norte.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

joe-biden:-nada-indica-que-os-tres-ultimos-objetos-voadores-derrubados-sejam-baloes-de-espionagem-chineses

G1 Mundo

Joe Biden: nada indica que os três últimos objetos voadores derrubados sejam balões de espionagem chineses

"Nada no momento sugere que eles estivessem relacionados ao programa de balões espiões da China ou que fossem veículos de vigilância de qualquer outro país", disse Biden. O presidente afirmou que ainda não se sabe exatamente o que são os três objetos, mas citou a possibilidade levantada esta semana pela inteligência americana, de pertencerem a alguma empresa privada para fazer pesquisas (muitas empresas têm objetos que operam em alturas, segundo […]

today16 de fevereiro de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%