G1 Mundo

Belarus lutará contra a Ucrânia apenas se for atacada, afirma presidente

today16 de fevereiro de 2023 14

Fundo
share close

Até agora, o líder bielorrusso se negou a enviar suas tropas para a guerra, apesar de sua grande dependência política e econômica da Rússia.


O presidente da Belarus, Alexander Lukashenko, participa de uma coletiva de imprensa em Minsk, em 16 de fevereiro de 2023 — Foto: Belta/Divulgação via Reuters



Belarus só lutará ao lado das forças russas contra a Ucrânia se o país for atacado, afirmou nesta quinta-feira (16) o presidente bielorrusso Alexander Lukashenko durante um raro encontro com a imprensa estrangeira em Minsk.

Estou pronto para lutar com os russos a partir do território de Belarus apenas em um caso: se um soldado (da Ucrânia) entrar no nosso território com uma arma para matar meu povo“, disse Lukashenko.

“Caso ataquem Belarus, as represálias serão as mais cruéis. As mais cruéis! E então a guerra terá um caráter completamente distinto”, advertiu.

Tropas russas usaram parte do território da Belarus como um dos ponto de partida para atacar a Ucrânia no início da invasão em 24 de fevereiro de 2022. Belarus serve até hoje como base de retaguarda para soldados e equipamentos da Rússia.

De acordo com vários analistas, a Rússia está pressionando Lukashenko para que ordene a entrada de seu exército na ofensiva.

Até agora, o líder bielorrusso se negou a participar, apesar de sua grande dependência política e econômica de Moscou. Lukashenko anunciou que conversará na sexta-feira com o presidente da Rússia, Vladimir Putin.

Os dois países organizam exercícios militares conjuntos com frequência, o que alimenta as especulações de que o exército bielorrusso poderia participar na ofensiva na Ucrânia.

Em outubro, Belarus e Rússia anunciaram a criação de uma força militar conjunta com uma missão apenas “defensiva”.

Vladimir Putin e Alexander Lukashenko, líder da Belarus, em 18 de fevereiro de 2022 — Foto: Mikhail Klimentyev / Sputnik / AFP

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

china-queria-enviar-balao-chines-abatido-ao-havai,-mas-trajeto-foi-desviado-por-ventos,-dizem-eua

G1 Mundo

China queria enviar balão chinês abatido ao Havaí, mas trajeto foi desviado por ventos, dizem EUA

O balão, que, segundo Washington, tinha fins de espionagem, abriu uma grande crise diplomática entre China e Estados Unidos, que colocaram suas Forças Aéreas em alerta máximo por ameaça aérea. Só no último fim de semana, militares derrubaram outros quatro objetos voadores ainda não identificados. Segundo o funcionário ouvido pela Reuters na condição de anonimato, o balão teve seu curso original desviado por conta de ventos predominantes, que acabaram levanto […]

today16 de fevereiro de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%