Tocando:

Rádio 97Web

Bolsonaro diz que Alcolumbre “age fora da Constituição”

Escrito por em 13 de outubro de 2021

Já faz três meses que o presidente da República, Jair Bolsonaro, indicou o nome de André Mendonça para a vaga do Supremo Tribunal Federal (STF).

Enquanto isso, ele aguarda a sabatina do ex-chefe da Advocacia Geral da União (AGU) e acusou o senador Davi Alcolumbre, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, de agir fora da constituição.

“Eu ainda aguardo a sabatina do André Mendonça no Senado Federal. Ele [Davi Alcolumbre] age fora das quatro linhas da Constituição”, criticou Bolsonaro.

A declaração vem depois que Alcolumbre teria dito a aliados que pretende travar a sabatina de Mendonça até 2023, segundo informou a CNN.

Críticas

Diversas autoridades já questionaram a demora da sabatina, incluindo o ministro Luiz Fux, presidente do STF. Depois que a fala repercutiu surgiram críticas piores, como Simone Tebet, ex-presidente da CCJ, que afirmou que a recusa de Alcolumbre se caracteriza abuso de poder, pois não há justificativas.

Se Alcolumbre agendar a análise para 2023 a indicação de Mendonça iria perder a validade e um novo indicado viria do vencedor das eleições presidenciais de 2022.

No entanto, senadores governistas disseram que se o atraso da sabatina persistir, irão obstruir a pauta de votação no plenário do Senado.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *