G1 Mundo

Brasil convida Paraguai e Uruguai a integrarem G20 de forma temporária, anuncia Itamaraty

today10 de março de 2023 12

Fundo
share close

O grupo reúne as 20 maiores economias do mundo, e o Brasil voltará a presidi-lo a partir de dezembro deste ano – o país já comandou o G20 em 2008.

A presidência do grupo é rotativa, ou seja, cada país integrante comanda o G20 por um determinado período (a presidência do Brasil vai de dezembro deste ano a novembro de 2024).

“No espírito de promover perspectiva mais representativa dos países em desenvolvimento, em particular dos parceiros do Mercosul, em foros internacionais, o Brasil convidou o Paraguai e o Uruguai a participarem do G20 durante a presidência brasileira em 2024”, informou o Itamaraty.



Lula vai ao Uruguai para tentar preservar o Mercosul

Lula vai ao Uruguai para tentar preservar o Mercosul

Ao lado de Brasil e Argentina, o Paraguai e o Uruguai integram o Mercosul. E os dois países comandarão o bloco econômico em 2024 – também em formato de presidência rotativa.

Paralelamente, o Mercosul negocia, desde 1999, um acordo comercial com a União Europeia e, nesta semana, os chamados “negociadores-chefes” do acordo se reuniram em Buenos Aires, na Argentina. Segundo o governo brasileiro, as negociações serão “intensificadas” a partir de agora.

Em 2009, quando o Brasil presidia o G20, o grupo se reuniu em São Paulo.

Em discurso, o então presidente Lula cobrou dos países a adoção de medidas de preservação do emprego e da renda a fim de evitar o aumento da pobreza – o mundo enfrentava uma crise econômica causada pela recessão nos Estados Unidos.

Na ocasião, Lula também criticou quem contestava a presença do Estado na economia, mas recorria ao poder público justamente para evitar o colapso do sistema financeiro.

“Esta é uma crise global, e ela exige soluções globais. Este é o momento de formular propostas para uma mudança substantiva na arquitetura financeira mundial”, cobrou Lula à época.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tribunal-no-peru-estende-prisao-preventiva-de-ex-presidente-castillo

G1 Mundo

Tribunal no Peru estende prisão preventiva de ex-presidente Castillo

Um juiz no Peru estendeu a prisão preventiva do ex-presidente Pedro Castillo para 36 meses, de 18 meses, na quinta-feira, após a deposição do ex-líder e prisão por uma tentativa ilegal de dissolver o Congresso em dezembro. A decisão de detenção de três anos está relacionada a acusações de crime organizado, tráfico de influência e cumplicidade em conluio cometido durante os turbulentos 17 meses de Castillo no cargo. O mandato […]

today10 de março de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%