G1 Mundo

Brasil sobe tom: se algo ocorrer aos que estão em Gaza, relação pode ficar insustentável

today7 de novembro de 2023 3

Fundo
share close

Por Daniela Lima

Apresentadora do Conexão GloboNews.



País faz nova ofensiva por resgate do grupo de 34 brasileiros e familiares que estão em área de conflito.


Brasil sobe tom: se algo ocorrer aos que estão em Gaza, relação pode ficar insustentável

Brasil sobe tom: se algo ocorrer aos que estão em Gaza, relação pode ficar insustentável

A diplomacia brasileira decidiu subir o tom da ofensiva pelo resgate dos brasileiros que estão na Faixa de Gaza e não têm autorização para saírem da zona de conflito pela fronteira com o Egito.

O grupo é composto de 34 pessoas: 24 brasileiros e 10 palestinos parentes desses brasileiros.

A nova rodada de negociação envolve o chanceler Mauro Vieira, o assessor especial Celso Amorim e o próprio presidente Lula (PT).

Israel bombardeia alvos do Hamas dentro do maior campo de refugiados em Gaza — Foto: Jornal Nacional/ Reprodução

Segundo uma fonte que acompanha a nova tentativa de acelerar a saída dos brasileiros, a diplomacia de Lula tem ressaltado o peso do Brasil na América Latina, e o ambiente controverso e crítico ao modo como Israel tem conduzido a resposta ao atentado do grupo terrorista Hamas, que inaugurou a guerra.

Em 31 dias de conflitos, são mais de 10 mil mortos, segundo o Ministério da Saúde de Gaza, que é controlado pelo Hamas. Dentre as vítimas, ao menos quatro mil crianças. Os números não podem ser corroborados por fontes independentes.

Em Israel, o ataque do Hamas deixou 1,4 mil mortos – crianças também estão entre as vítimas. Além disso, cerca de 200 pessoas são mantidas reféns pelo grupo terrorista.

Nesse cenário, o time de Lula enviou um recado a Israel: se algo acontecer com os brasileiros que estão na zona de conflito, as relações diplomáticas se tornarão insustentáveis.

E ressaltou que vizinhos, como o Chile, já determinaram inclusive o retorno de embaixadores por discordarem da resposta israelense, que tem vitimado civis e é alvo de franca contestação inclusive na Europa.

Nas conversas, o Brasil enfatizou ainda que foi uma das primeiras nações a entregar uma lista dos que estavam em Gaza precisando de repatriação.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

http://g1.globo.com/

http://g1.globo.com/




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Notícias

Quem é António Costa, primeiro-ministro de Portugal que renunciou após ser alvo de operação policial

A renúncia de Costa foi anunciada em pronunciamento na TV, após a polícia realizar uma operação de busca e apreensão na casa dele. A operação foi parte de uma investigação do Ministério Público português sobre um suposto esquema irregular de exploração de lítio e de venda de hidrogênio verde por parte do governo de Portugal. A saída de Costa do cargo foi discutida em reunião com o presidente Marcelo Rebelo de Sousa. Costa disse que encerrava o mandato com a […]

today7 de novembro de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%