G1 Mundo

Brasileiro e dois cúmplices acusados de atentado contra Cristina Kirchner vão a julgamento

today13 de junho de 2023 10

Fundo
share close

O atentado aconteceu em setembro do ano passado. O principal acusado, Fernando Sabag Montiel, que apontou a arma na cara de Cristina Kirchner, é brasileiro.

Cristina, que é vice-presidente e ex-presidente da Argentina, queria que houvesse mais coleta de provas antes que o caso fosse para julgamento.

A entrada na fase de julgamento implica o encerramento do inquérito e foi pedida pelo promotor Carlos Rívolo em 30 de maio. A defesa dos três acusados não apresentou nenhuma objeção, assim a juíza María Eugenia Capuchetti deu continuidade ao processo.



Fernando Andrés Sabag Montiel, o brasileiro com nacionalidade argentina que atacou Cristina Kirchner com uma arma. — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Cristina afirma que há mandantes

Em sua denúncia, os representantes de Cristina exigiam que se investigasse a possível presença de autores intelectuais e financiadores do ataque –ou seja, mandantes. Ainda assim, eles vão participar como parte acusadora no julgamento, disse o advogado José Manuel Ubeira.

“Levar o caso a julgamento por partes é uma prática incorreta e prejudica a descoberta da verdade”, disse Ubeira.

Ao saber da decisão da Justiça, Cristina Kirchner ressaltou que “todo inquérito se caracterizou por evitar que se descubra a verdade. Está repleto de testemunhas que apagaram [os dados de] seus telefones, provas que foram destruídas sem que suas causas e motivações fossem investigadas, e uma tentativa evidente e desesperada de evitar encontrar a possível participação de terceiros, financiadores e instigadores”.

Homem é detido após tentar assassinar Cristina Kirchner na Argentina — Foto: Reprodução

O ataque ocorreu em 1º de setembro de 2022, em frente à residência de Cristina Kirchner, quando um dos detidos, Fernando Sabag Montiel, armado com uma pistola, misturou-se a um grupo de simpatizantes, aproximou-se da vice-presidente e apertou várias vezes o gatilho, mas a arma não disparou.

Naquele momento, um tribunal julgava a ex-presidente por um caso de corrupção.

Sabag Montiel, de 35 anos, e sua namorada Brenda Uliarte, de 23, foram denunciados como coautores. Nicolás Carrizo, de 27 anos, e que empregava o casal como vendedores ambulantes, foi acusado como “partícipe necessário”.

A caso foi classificado pelo promotor como “homicídio duplamente qualificado por aleivosia e por cooperação premeditada entre duas ou mais pessoas, agravado pelo uso de arma de fogo, em grau de tentativa”.

Em sua decisão, a juíza lembrou que o promotor considerou que, do inquérito, “não surgiu qualquer vínculo dos citados com qualquer grupo ou pessoa” que tivesse lhes oferecido assistência para cometer o crime. O promotor também descartou a existência de elementos que comprovassem “a colaboração de terceiros com dinheiro para o atentado”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-homem-que-vendia-na-internet-videos-de-assedio-em-trem-foi-identificado-pela-bbc

G1 Mundo

Como homem que vendia na internet vídeos de assédio em trem foi identificado pela BBC

A jovem Takako (nome fictício) estava a caminho da escola. A garota de 15 anos tentava se segurar no trem. De repente, ela sentiu uma mão apertando seu corpo por trás. Ela pensou que alguém havia esbarrado por acidente. Mas a mão começou a apalpá-la. "Foi quando finalmente percebi — era abuso sexual", lembra Takako. A mão desapareceu rapidamente na multidão. "Eu não podia fazer mais nada a respeito." Ela […]

today13 de junho de 2023 88

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%