G1 Mundo

Brasileiro ‘escalou’ parede para fugir da prisão nos EUA; veja VÍDEO

today6 de setembro de 2023 4

Fundo
share close

Danilo Cavalcante, de 34 anos, foi condenado à prisão perpétua por assassinar a ex-namorada e fugiu na quinta-feira (31). Desde então, a polícia mobilizou centenas de agentes para capturá-lo, mas sem resultados (leia mais abaixo).

Em imagens disponibilizadas pela polícia em coletiva de imprensa, é possível ver quando o criminoso apoia as mãos em uma parede e, depois, os pés em outra parede em frente à primeira. Posicionado assim e virado de barriga para baixo, Cavalcante foi arrastando os braços e pernas para cima, até chegar ao topo dos muros.

De lá, o criminoso correu pelo telhado e conseguiu ir para uma área menos protegida de onde pôde se esgueirar para fora do presídio.



De acordo com as autoridades, o brasileiro se inspirou em um outro detento que fugiu utilizando o mesmo método em maio. Neste outro caso, um dos guardas da prisão avistou o criminoso rapidamente, prendendo-o logo em seguida.

Na fuga de Cavalcante, no entanto, os seguranças demoraram mais de uma hora para perceber que o brasileiro havia desaparecido.

Durante a coletiva de imprensa, as autoridades se comprometeram a reforçar a segurança do presídio.

A força tarefa que atua nas buscas pelo foragido inclui agentes das seguintes organizações:

  • Swat (Unidade de Armas e Táticas Especiais);
  • FBI (Departamento Federal de Investigação);
  • PSP (Polícia do Estado da Pensilvânia).

Cavalcante foi condenado à prisão perpétua por matar a ex-namorada, Débora Evangelista Brandão, na cidade de Phoenixville, em abril de 2021. A vítima tinha 34 anos e foi morta a facadas.

De acordo com a imprensa dos EUA, o Ministério Público do Condado de Chester classificou Danilo como “extremamente perigoso”.

Condenado nos EUA e procurado no Brasil

Polícia utiliza helicópteros com mensagem da mãe de brasileiro fugitivo nos EUA

Débora Evangelista Brandão morava nos EUA com os dois filhos quando foi morta. As crianças presenciaram o crime.

Segundo as investigações, Danilo não aceitava o fim do relacionamento e, desde 2020, ameaçava Débora. Além disso, a apuração revelou que Débora descobriu que Cavalcante era procurado pela polícia do Tocantins por ser o principal suspeito pelo assassinato de um homem em 2017.

“Ao saber que o réu tinha mandado de prisão em aberto por homicídio no Brasil, a vítima ameaçou expô-lo à polícia. Os detetives determinaram que esse foi o motivo do assassinato”, afirmou a promotoria responsável pela acusação em comunicado.

De acordo com as autoridades, em 2017, Cavalcante fugiu para Porto Rico e, mais tarde, seguiu para os Estados Unidos, onde entrou ilegalmente.

Danilo foi preso duas horas após o assassinato de Débora, em abril do ano passado, e foi condenado pelo crime em 16 de agosto.

Mapa mostra onde fica a prisão de onde o brasileiro Danilo Sousa Cavalcanti escapou — Foto: g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

justica-federal-em-sp-nega-recurso-de-suposto-espiao-russo-e-mantem-reu-preso-em-regime-semiaberto-em-brasilia

G1 Mundo

Justiça Federal em SP nega recurso de suposto espião russo e mantém réu preso em regime semiaberto em Brasília

Segundo investigação da Polícia Federal, Cherkasov foi detido na Holanda, em abril de 2022, ao tentar entrar no país com um passaporte brasileiro em nome de Viktor Muller Ferreira. Ele planejava trabalhar no Tribunal Penal Internacional, em Haia, para investigar supostos crimes de guerra cometidos na Ucrânia. No país, ele foi preso preventivamente e denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por uso de documento falso. De acordo com o MPF, […]

today6 de setembro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%