G1 Mundo

Candidato a prefeito no Equador foi assassinado horas antes de ser eleito

today8 de fevereiro de 2023 22

Fundo
share close

Omar Menendez venceu a corrida eleitoral na cidade de Puerto López, porém, horas antes a abertura das urnas ele foi morto a tiros.


Omar Menendez, candidato a prefeito da cidade de Puerto López — Foto: Reprodução/Revolución Ciudadana



Um candidato a prefeito na cidade de Puerto López, no Equador, foi morto neste sábado (4) horas antes da abertura das urnas.

Mesmo morto, Omar Menéndez ainda venceu as eleições. Espera-se que um membro do seu partido, o “Revolución Ciudadana”, assuma no seu lugar.

Menéndez tinha 41 anos e foi assassinado a tiros por homens armados que invadiram a sala em que ele estava junto com funcionários da campanha. Um adolescente também foi morto no ataque. Nenhuma prisão foi feita nesse caso.

Omar Menendez, candidato a prefeito de Puerto López — Foto: Reprodução/Revolución Ciudadana

Entretanto, ele não foi o único candidato morto às vesperas da eleição. Duas semanas antes, Julio Cesar Farachio foi morto a tiros. Ele concorria à prefeitura da cidade litorânea de Salinas. Um homem foi detido por suspeita de envolvimento no caso.

O presidente do país, Guillermo Lasso, condenou os assassinatos. Assim como o Conselho Nacional Eleitoral do Equador que chamou as atitudes de “atos violentos que afetam nossa democracia”.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

biden-surpreendeu-em-discurso-afiado-com-notas-nacionalistas

G1 Mundo

Biden surpreendeu em discurso afiado com notas nacionalistas

Num discurso vigoroso e confiante, que se confundia com o lançamento da campanha para a reeleição, o presidente Joe Biden alternou apelos ao bipartidarismo ao mesmo tempo em que desafiou os republicanos com veemência, assegurando que não fará concessões em temas que lhe são caros: prometeu vetar cortes na Previdência Social, a proibição do aborto e tentativas para revogar a redução nos custos de medicamentos. Em alguns momentos, no púlpito […]

today8 de fevereiro de 2023 20

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%