G1 Mundo

Celso Amorim chama de ‘grande vitória’ o resultado da esquerda na eleição francesa: ‘Extrema direita não passará’

today8 de julho de 2024 4

Fundo
share close

O assessor especial para a política externa do governo brasileiro, Celso Amorim, comentou neste domingo (7) a vitória da esquerda francesa nas eleições legislativas do país. Para Amorim, foi uma grande vitória e sinal de que a “extrema direita” não passará.

Pesquisas de boca de urna apontam vitória da esquerda no segundo turno das eleições legislativas na França, após um desempenho histórico da extrema direita no primeiro turno.

Ao comentar o resultado, Amorim lembrou ainda que, nesta semana, os trabalhistas venceram a eleição na Inglaterra. Para ele, os pleitos francês e inglês são grandes exemplos para a América Latina.



“Grande vitória. Juntamente com a vitória dos trabalhistas na Grã Bretanha, abre- se o caminho da esquerda democrática na Europa. A extrema direita “não passará”. Grande exemplo para a América Latina”, disse Amorim.

Projeções apontam vitória da esquerda no segundo turno das eleições na França

Projeções apontam vitória da esquerda no segundo turno das eleições na França

A cúpula do Palácio do Itamaraty (Ministério das Relações Exteriores) está no Paraguai, para a reunião do Mercosul marcada para esta segunda (8).

Nos bastidores, o Itamaraty destaca que houve uma rápida reversão de tendência na França, que a extrema direita sequer será a bancada mais poderosa.

O efeito, segundo o ministério, é positivo para o Brasil, porque terá um alinhamento com a França tanto no Executivo quanto no Legislativo. Ou seja, a França estará em sintonia com temas importantes para o Brasil como meio ambiente, direitos humanos e imigração.

Para o Mercosul, o impacto é positivo e tem um efeito simbólico. O pano de fundo é que Lula chega ao Paraguai nesta segunda no contexto da vitória de forças que apostam na integração, ao contrário do que prega a extrema direita de Le Pen e Javier Milei, presidente da Argentina, que decidiu não ir ao Paraguai.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Notícias

Líder do RN diz que país foi jogado nos braços da extrema esquerda; boca de urna mostra partido em 3º

Bardella, de 28 anos, disse que as eleições antecipadas convocadas pelo presidente, Emmanuel Macron, e os acordos políticos jogaram o país "nos braços de Mélenchon (político que é um dos líderes da esquerda francesa)". Ele afirmou que seu partido vai amplificar o trabalho na oposição e chamou um provável acordo entre esquerda e centro de "aliança da desonra". Pesquisas de boca de urna apontam vitória da esquerda no segundo turno das eleições legislativas na França. A informação é da pesquisa […]

today8 de julho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%