G1 Santos

Cliente que recebeu motoboy armado ao ser cobrado por lanche disse ter sido ameaçado pelo entregador; VÍDEO

today15 de maio de 2023 13

Fundo
share close

Em nota, a empresa informou que o rapaz, de fato, cancelou o pedido e já foi banido da plataforma, que disse repudiar agressões físicas, ofensas ou manifestações de preconceito, assédio, bullying e incitação à violência contra entregadores e entregadoras.

À reportagem o cliente afirmou ter sido ameaçado e xingado pelo motoboy Wilton Fergunson dos Santos Silva, de 22 anos, que estaria acompanhado de outro entregador no momento da cobrança. Ele ressaltou que o vídeo teria sido editado para beneficiar a versão do profissional.

O homem alegou ainda ter pagado pelo lanche, que foi pedido na noite de quinta-feira (12) e entregue pouco depois da meia-noite, já na sexta-feira (13).



Ao g1, Wilton disse ter informado no app do iFood que havia concluído a entrega, embora esta só tenha sido processada pelo sistema às 4h29, quando o comércio já tinha fechado. Às 4h40, o produto foi cancelando.

A cobrança ao cliente foi feita pelo próprio motoboy a pedido do dono do comércio, assim que ele chegou para trabalhar, no final da tarde de sexta-feira. Wilton, portanto, chegou à porta do homem por volta das 20h, quando registrou as imagens ao notar a pistola.

O homem que aparece com a pistola na mão durante o conflito com o motoboy informou à reportagem ter a documentação da arma, mas não quis informar o registro e nem dar mais detalhes sobre o assunto.

Aos policiais militares que atenderam a ocorrência no dia da ação ele disse que era Colecionador, Atirador Desportivo e Caçador (CAC). Os PMs pediram para ver a documentação, ele foi até o apartamento e, depois, se recusou a descer. Os agentes foram com o motoboy até o 7º DP de Santos. A ocorrência, porém, só foi registrada no sábado (13) e será investigada pelo 2ºDP.

“[Foi] querer se engrandecer ou algo do tipo e, agora, quero mostrar que todos somos iguais e temos os mesmos direitos”, disse o motoboy, que decidiu processar o cliente.

Cliente recebe motoboy armado após cancelar pedido que já havia sido entregue. Entregador foi cobrá-lo às 20h de sexta-feira, quando voltou ao trabalho — Foto: Reprodução

Como é possível ver nas imagens, o homem o recebeu com uma arma em mãos. O motoboy ressaltou que o rapaz só guardou a pistola ao perceber que estava sendo filmando.

Logo após guardar a arma o cliente disse que entregador foi à casa dele o ameaçar, e complementou: “Tu não tá em favela não meu amigo. Aqui as pessoas pedem e pagam a comida”. Ainda durante a discussão ele chegou a bater na cintura, onde estava a pistola, e afirmou que a arma era legal.

O motoboy retrucou: “Eu tô te ameaçando? Você está me ameçando e apontando uma arma na minha cara. Já tá processado já. Aqui tu meteu o louco”.

Ao g1, Wilton contou ter acionado a Polícia Militar logo na sequência, assim que o cliente subiu para o apartamento sem pagar pelo açaí.

“Esperei os PMs, expliquei o ocorrido, pediram para eu me afastar um pouco do prédio só pra garantir [a segurança]. Conversaram com ele, que subiu para buscar os documentos e não voltou mais. Como a polícia não pode entrar [no imóvel sem a permissão] ficou por isso mesmo naquele momento”, disse ele.

O homem pagou o açaí com um Pix após ter sido cobrado pelo dono do estabelecimento. A operação só foi realizada depois de toda a confusão.

Motoboys protestaram contra o cliente que atendeu o entregador armado em Santos, SP — Foto: Silvio Luiz/A Tribuna Jornal

No final de sábado (13), aproximadamente 40 motoboys foram para a frente da casa do homem que atendeu Wilton armado, no bairro do Marapé. Eles protestaram contra o rapaz e fizeram barulho com as motocicletas. A ação foi toda organizada pelas redes sociais, após o vídeo da situação viralizar.

O cliente informou à reportagem que desde a confusão na porta do prédio com Wiltom tem recebido ameaças de grupos de motoboys.

Em nota, iFood disse repudiar atos de agressões físicas, ofensas ou manifestações de preconceito, assédio, bullying e incitação à violência a entregadores e entregadoras. “Após as evidências apresentadas, o cliente em questão foi banido definitivamente da plataforma”.

A empresa ressaltou que o entregador não é cadastrado na plataforma e atua diretamente com o restaurante que utiliza uma rede própria de entregadores para o delivery. “O iFood realizou contato com o estabelecimento, se colocando à disposição para realizar o acolhimento ao entregador, se necessário, além de prestar orientações sobre o registro de um boletim de ocorrência”.

Vídeos: g1 em 1 minutos Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja-recebe-xvii-encontro-de-poetas-do-brasil

Prefeitura de Guarujá

Guarujá recebe XVII Encontro de Poetas do Brasil

Programação conta com intervenções poéticas, oficinas, palestras, workshow, entre outras atividades, que acontecem entre os próximos dias 19 e 20 Arte de compor e escrever versos. Guarujá recebe entre os próximos dias 19 e 20, o XVII Encontro de Poetas do Brasil. O evento é uma iniciativa do Portal do Poeta Brasileiro (PPB) e tem apoio da Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria de Cultura (Secult). Durante os dois […]

today15 de maio de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%