G1 Mundo

Colômbia quer exportar hipopótamos de Pablo Escobar

today5 de março de 2023 12

Fundo
share close

Os biólogos afirmam que os hipopótamos ameaçam o ecossistema local por não terem predadores naturais na Colômbia. As fezes dos animais alteram ainda a composição dos rios próximos, o que afeta peixes-boi, capivaras e outras espécies.

O diretor do gabinete de Gestão da Biodiversidade da autoridade regional das Bacias dos Rios Negro e Nare (Cornare), David Echeverry, contou nesta quinta-feira (02/03) que estão sendo feitos os respectivos contatos para “a possível saída de hipopótamos” da Colômbia.

“Na Índia, disseram que podem receber até 60 hipopótamos, no México há capacidade para receber até dez e o Equador relatou a possibilidade de receber dois hipopótamos”, explicou.



Ariel Palacios explica 'gosto peculiar' de Pablo Escobar por hipopótamos em vídeo de 2021

Ariel Palacios explica ‘gosto peculiar’ de Pablo Escobar por hipopótamos em vídeo de 2021

Zoológico ilegal de Pablo Escobar

No auge do seu império criminoso, Escobar construiu um zoológico na sua Fazenda Nápoles, de 3 mil hectares, localizada em Puerto Triunfo, no departamento de Antioquia. O famoso narcotraficante importou para o local animais exóticos de todo o mundo, causando repercussão pela extravagância da propriedade, onde instalou no portão de entrada um pequeno avião que simbolizava o meio de transporte dos seus carregamentos de cocaína para os Estados Unidos.

Entrada da Fazenda Nápoles, na Colômbia — Foto: XaID/Arquivo pessoal via Wikimedia

Após a sua morte em 1993, e com o fim do seu cartel de drogas, a Fazenda Nápoles foi abandonada e os animais do zoológico de Escobar ficaram sem controle. Os hipopótamos escaparam e encontraram um novo lar nas planícies de Magdalena Medio, onde rapidamente se adaptaram, devido às condições favoráveis do terreno, irrigado pelas águas do rio Magdalena, o principal da Colômbia.

Porém, com o passar do tempo, os hipopótamos se tornaram um perigo para a fauna, flora e camponeses da região. Em 2020, um agricultor ficou seriamente ferido depois de ter sido atacado por um hipopótamo.

Plano para capturar os animais

As autoridades locais pretendem capturar os animais ao atraí-los com comida para dentro de grandes contêineres de ferro. Depois, eles seriam transportados até o aeroporto de Rionegro, de onde seriam enviados para santuários.

O governador de Antioquia, Aníbal Gaviria, ressaltou o interesse em realocar um grupo de 70 hipopótamos para santuários naturais em outros países. Ele disse que aguarda a aprovação do governo colombiano para “acelerar a autorização e atingir este fim, que é ambiental, de defesa e proteção dos animais”.

Os pesquisadores que estudam essa população de hipopótamos já alertaram no ano passado que projeções indicam que o número de animais na região deve continuar aumentando se nada for feito para controlar a espécie.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

coreia-do-norte-diz-que-onu-deve-exigir-o-fim-dos-exercicios-militares-entre-coreia-do-sul-e-eua

G1 Mundo

Coreia do Norte diz que ONU deve exigir o fim dos exercícios militares entre Coreia do Sul e EUA

Governo norte-coreano diz que exercícios estão aumentando a tensão e situação pode sair do controle. EUA e Coreia do Sul realizam exercícios militares com caças e bombardeiros em 19 de fevereiro de 2023 — Foto: Governo da Coreia do Sul/Divulgação via Reuters O Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte pediu neste sábado (4) que as Nações Unidas exijam a suspensão imediata dos exercícios militares combinados dos Estados Unidos […]

today5 de março de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%