Gospel Prime

Com 25 votos favoráveis, vereador invasor de igreja perde mandato

today22 de junho de 2022 6

Fundo
share close

A Câmara Municipal de Curitiba, Paraná, confirmou nesta quarta-feira (22) a perda do mandato do vereador Renato Freitas (PT), que invadiu uma igreja católica durante manifestação, por 25 votos favoráveis e 5 contrários.

O vereador perde o mandato por “procedimento incompatível com o decoro parlamentar”, após já ter sofrido uma derrota no primeiro turno da votação, quando a casa sinalizou que o petista seria punido com a perda do cargo.

Freitas é acusado de quebra de decoro por invadir a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, em fevereiro, durante uma manifestação com militantes de extrema esquerda.

Na ocasião, o vereador do PT decidiu discursar dentro da igreja, acusando os católicos de serem coniventes com o racismo e com autoridades “fascistas”, como um “policial que está no poder”.

Aos 37 anos, o vereador estava em seu primeiro mandato, tendo sido eleito com 5.097 votos, ocupando a posição de Líder da Oposição na Câmara. Freitas também é professor universitário e advogado.



A partir da cassação, a CMC informou que iniciará o processo de publicação do projeto que efetiva a perda de mandato de Freitas, ao mesmo tempo em que realizará o processo de convocação da primeira suplente pelo PT, Ana Júlia, de 21 anos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Michael Caceres

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

presidente-da-bancada-evangelica-lanca-luz-sobre-caso-milton-ribeiro

Gospel Prime

Presidente da bancada evangélica lança luz sobre caso Milton Ribeiro

Em entrevista ao Gospel Prime nesta quarta-feira (22) o presidente da Frente Parlamentar Evangélica, deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), lançou luz sobre o caso envolvendo o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro. Desde que surgiram as denúncias, o deputado foi um dos primeiros a cobrar esclarecimentos, pedir que o ex-ministro fosse afastado do cargo e defender transparência sobre as investigações que seriam abertas contra um suposto esquema de corrupção na pasta. […]

today22 de junho de 2022 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%