G1 Mundo

Com Lula focado em agendas internas, Alckmin deve representar o Brasil em posse presidencial na Guatemala

today9 de janeiro de 2024 2

Fundo
share close

O vice-presidente da República, Geraldo Alckmin (PSB), deve viajar à Guatemala para a posse do presidente eleito Bernardo Arévalo, marcada para o próximo domingo (14).

Em reunião recente, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu que Alckmin cumprisse essa agenda internacional – a exemplo do que fez em novembro, na posse do presidente equatoriano Daniel Noboa.

Bernardo Arévalo, do campo da centro-esquerda, venceu as eleições presidenciais da Guatemala no fim de agosto de 2023. O novo presidente é filho do ex-presidente Juan José Arévalo (1945-1951), o primeiro líder democrático do país após décadas de ditaduras.



Candidato de centro-esquerda vence eleição presidencial na Guatemala

Candidato de centro-esquerda vence eleição presidencial na Guatemala

O pedido de Lula para que Alckmin viaje à Guatemala faz parte de uma mudança de estratégia do presidente, que quer voltar sua atenção para agendas internas em 2024 – e, para isso, reduzir consideravelmente o número de viagens internacionais.

Lula já reforçou a seus ministros que pretende visitar os 26 estados da Federação ainda no primeiro semestre deste ano.

O presidente quer apresentar as ações de um governo que terá desafios, especialmente, em ano de eleições municipais.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tres-policiais-sao-sequestrados-em-unidade-de-policia-do-equador

G1 Mundo

Três policiais são sequestrados em unidade de polícia do Equador

Na segunda-feira (8), o governo equatoriano decretou estado de exceção em todo o país, incluindo o sistema penitenciário, depois de o chefe da maior quadrilha criminosa do Equador fugir de um presídio em Guayaquil. Fito, como é o líder da gangue Los Choneros, escapou da prisão durante um motim. O sequestro dos três policiais ocorreu na unidade de polícia Wilson Franco, em Machala, segundo autoridades. Outro agente também foi sequestrado […]

today9 de janeiro de 2024 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%