G1 Santos

Com mais de 400 artistas, Circuito Sesc de Artes agita cidades do estado de SP

today3 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

Com uma extensa programação nas áreas de música, dança, circo, teatro, cinema, literatura, artes visuais e tecnologias, o Circuito Sesc de Artes chega a 2023 levando uma programação gratuita com espetáculos, intervenções, mediações de leitura e oficinas, às praças, ruas e parques de 123 cidades do estado de São Paulo. Realizado pelo Sesc São Paulo em parceria com prefeituras municipais e sindicatos do comércio, serviços e turismo locais, o evento reúne 75 trabalhos artísticos distribuídos em finais de semana de novembro.

Fruto de uma curadoria coletiva, feita com as unidades do Sesc no estado, a escolha das atrações mostra um olhar atento para a diversidade e a representatividade. São mais de 700 atividades divididas em 12 roteiros diferentes, que percorrerão municípios da Grande São Paulo, interior e litoral paulista abrangendo todas as idades e interesses.

Na Baixada Santista e Litoral Sul, o Sesc Santos leva as atividades do Circuito Sesc de Artes para as cidades de São Vicente (4/11, sábado), Guarujá (5/11, domingo), Mongaguá (11/11, sábado) e Peruíbe (12/11, domingo) com a programação do roteiro 11. Nessa programação a música é destaque com apresentações da DJ Nanne Bonny, pesquisadora de samba e manifestações populares brasileiras e produtora cultural de Santos, animando o público nos intervalos das atividades. Outra atração musical é a cantora e compositora Marina Peralta, que mostra versões de sucessos presentes no repertório do álbum Rewind.



Música. DJ Nanne Bonny (SP). — Foto: Andrey Haag

Nas apresentações de Brincadeiras de Mateus, os pesquisadores das comicidades negras Cibele Mateus e Fagner Saraiva interagem com o público em uma intervenção cênica que transforma o espetáculo em um balaio de alegria, festa e poesia. Coisas de Saci, da Cia. Tempo de Brincar, é outro espetáculo que traz à cena a cultura popular brasileira. Os artistas Elaine Buzato e Valter Silva, de Sorocaba, apresentam canções originais e cantigas de roda executadas ao vivo em ritmos brasileiros como coco, ciranda, toada, jongo e catira.

Circo: Brincadeiras de Mateus (SP/MS). — Foto: Fredo Peixoto

Da descoberta da câmara escura às máquinas de projetar filmes, a vivência Cine Película conduz os participantes pela história dos aparelhos que levaram ao surgimento do cinema. Com diferentes tipos de papéis, barbantes e material para colorir, os participantes da oficina Boogie Ilustra, do Projeto do Presente, aprendem a confeccionar seus próprios personagens articulados ao mesmo tempo em que recebem noções sobre movimentos e animações em stop motion. A Cia. Circo de Trapo propõe na atividade Pescaria de Livros, uma mediação de leitura a partir da pergunta: “E se, em lugar de peixes, a pescaria rendesse livros?” Para isso, um rio feito de tecidos reúne diversos títulos adaptados, prontos para serem fisgados pelas crianças como na tradicional brincadeira das quermesses.

Já os municípios de Cubatão (25/11) e Itanhaém (26/11), recebem o roteiro 12, que ganha destaque com as artes cênicas das apresentações do espetáculo de dança Tambor de Crioula, do grupo Flor de Aroeira. Acompanhados pelo ritmo de percussão, cantos e palmas, os artistas mostram um espetáculo de dança inspirado em uma manifestação popular da cultura maranhense que louva a fertilidade. O circo não fica de fora. O espetáculo circense Caravana Zona Leste, do Exército Contra Nada, traz equilibrismo, acrobacias, contorcionismo, manobras com um monociclo, música e muitas risadas com os palhaços, ou seja, todos os ingredientes característicos de um circo. Comandados por um mestre de cerimônia, os nove artistas em cena divertem e surpreendem enquanto prestam uma homenagem à arte mambembe brasileira.

Dança. Tambor de Crioula (SP). — Foto: Oráculo Fotografia

A DJ Nicão da BPS, artista de São Vicente, convida o público a curtir e dançar com um repertório de artistas e bandas como Beyoncé, Pop Smoke e Migos, além de funk, drill, trap, garage e jersey, entre outras vertentes da música negra. A atriz e contadora de histórias Monalisa Machado, do Dindinha Faz Poema, apresenta Ninhário: recanto para livros e pássaros. A partir de uma metáfora poética que equipara os livros aos pássaros e as crianças às aves sedentas por voar, Monalisa criou um cenário inspirador para realizar mediações de leitura: o ninhário. O público também poderá participar da oficina Capture a bandeira, do Estúdio Hacker. Na atividade, Código Morse, Sistema Hexa e Binário, alfabeto Leet, Braille e Cifra Maçônica são alguns desafios de criptografia propostos aos participantes para ajudá- los a entender sobre segurança e sistemas de comunicação. A oficina Gravura com carimbos artesanais, do Coletivo EMERGIR, comandada por artistas de São Vicente, apresenta o universo da gravura por meio da criação de carimbos artesanais e seu uso para estampar mini ecobags.

Artes Visuais e Tecnologias: Gravura com Carimbos Artesanais (SP). — Foto: Julian Campos

Durante as ações do Circuito Sesc de Artes, será disponibilizada a Central de Relacionamento Itinerante, onde o público prioritário do Sesc – trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo – terá a oportunidade de realizar pela primeira vez, ou renovar, a Credencial Plena, e inserir seus familiares como dependentes. Relação de documentos necessários em sescsp.org.br/credencialplena.

Realizado desde 2008, o Circuito Sesc de Artes concentra todas as atividades em espaços públicos, como praças e parques, que são pontos de referência em cada município, convidando a população a desfrutar de uma programação diferente e vivenciar experiências únicas.

São Vicente

4 de novembro, sábado, das 16h às 20h. Praça 22 de Janeiro – Centro, São Vicente.

Guarujá

5 de novembro, domingo, das 15h às 19h. Praça Horácio Lafer – Jardim Tejereba, Guarujá.

Mongaguá

11 de novembro, sábado, das 16h às 20h. Praça Fernando Arens – Av. Marina – Centro, Mongaguá.

Peruíbe

12 de novembro, domingo, das 15h às 19h. Parque Turístico de Peruíbe.

Cubatão

25 de novembro, sábado, das 16h às 20h. Parque Novo Anilinas – Avenida Nove de Abril, s/nº – Centro, Cubatão.

Itanhaém

26 de novembro, domingo, das 15h às 19h. Praça Narciso de Andrade – Centro, Itanhaém.

Em caso de chuva, os endereços do novo local estarão disponíveis no site oficial.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

artesaos-podem-expor-e-vender-em-loja-colaborativa-de-santos;-veja-como-se-inscrever

G1 Santos

Artesãos podem expor e vender em loja colaborativa de Santos; veja como se inscrever

A loja fica na Casa do Trem Bélico, localizada na Rua Tiro Onze, 11, Centro Histórico. Ela funciona como uma feira itinerante com os expositores permanecendo no local por 60 dias. Depois, eles cedem espaço a outros profissionais, sempre escolhidos por meio de chamamento público. Atualmente, na Loja Colaborativa é possível conferir uma mostra com peças de cerâmica, costura, moda feminina, bolsas, fotografia, suvenires em resina, acessórios e joias contemporâneas, […]

today3 de novembro de 2023 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%