G1 Mundo

Com o país em convulsão, Netanyahu viaja à Itália para encontrar premiê de extrema direita

today10 de março de 2023 11

Fundo
share close

Com tantas frentes de batalhas abertas ao mesmo tempo em Israel, o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu achou por bem sair do país nesta quinta-feira (9) e viajar a Roma para encontrar sua homóloga de extrema-direita, Giorgia Meloni. Para se deslocar ao aeroporto, ele precisou pegar um helicóptero, já que milhares de manifestantes bloqueavam o acesso em ruas e estradas.

Antes de deixar o país em convulsão, o premiê se reuniu, por uma hora, numa área reservada do aeroporto, com o secretário de Defesa dos EUA, Lloyd Austin, que também não tinha como se deslocar a Israel. O governo penou para encontrar uma tripulação da El-Al que levasse o premiê e sua comitiva, assim como uma tradutora que aceitasse a tarefa.

Ainda em solo israelense, Netanyahu acusou a oposição de mergulhar Israel na anarquia por se recusar a negociar a sua reforma judicial que visa a enfraquecer a Suprema Corte, para dar mais poderes à coalizão de extrema direita que conduz o país.



Policiais tentam controlar onda de manifestantes do “dia da resistência” em Tel Aviv, Israel em 9 de março de 2023 — Foto: Ronen Zvulun/REUTERS

Israel vive há nove semanas uma onda de protestos sem precedentes contra o governo, que o premiê teima em minimizar com uma palavra: anarquia. A insatisfação reúne setores até agora considerados apolíticos — representantes do Judiciário, de órgãos de inteligência e das Forças Armadas.

A resistência cresce entre os reservistas – que compõem boa parcela da população israelense e ameaçam não servir nesse novo modelo de Estado idealizado por Netanyahu. Um deles é o coronel Gilad Peled, prestigiado piloto de combate da Força Aérea, que foi suspenso de suas funções e automaticamente alçado ao posto de herói.

A insatisfação entre os israelenses se soma à escalada da violência na Cisjordânia, incitada por integrantes fundamentalistas da coalizão arquitetada por Netanyahu. O premiê já estava em Roma, quando um atirador atacou um café no centro de Tel Aviv, ferindo três pessoas. O Hamas reivindicou o atentado.

Ataque a tiros do Hamas deixa 3 feridos em Israel

Ataque a tiros do Hamas deixa 3 feridos em Israel

Ainda há outros registros importantes desse dia de fúria, que servem para adicionar combustível ao caldeirão em chamas. O controverso ministro de Segurança, Itamar Ben-Gvir, demitiu o chefe de Polícia de Tel Aviv por considerá-lo tolerante com os manifestantes que saíram às ruas. A decisão foi suspensa pela procuradora-geral, Gali Baharv-Miara. Sim, porque as instituições que o premiê pretende desmantelar, ainda estão atuantes.

Num duro discurso à nação, o presidente Isaac Herzog considerou inaceitável o plano de reformar o Judiciário, por ser “errada e predatória”, e pregou a sua substituição.

A esta altura, Netanyahu já estava em Roma, onde se encontrará nesta sexta-feira com a premiê Giorgia Meloni, cujo partido Irmãos de Itália vestiu a roupa do neofascismo e pôs o país na trilha da extrema direita. Pressionado em casa, ele procura uma distração fantasiosa que o desvie de múltiplas crises domésticas. Ela, por sua vez, tira proveito da visita, para fortalecer a imagem de estadista e marcar distância do antissemitismo que caracteriza integrantes de seu partido.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mais-da-metade-dos-cristaos-americanos-dizem-sentir-duvidas-sobre-crencas

Gospel Prime

Mais da metade dos cristãos americanos dizem sentir dúvidas sobre crenças

De acordo com um novo estudo chamado  “Dúvida e Fé”: Principais Razões Pessoas Questionam o Cristianismo feito pela organização de pesquisa evangélica Grupo Barna, mais da metade dos cristãos dizem que às vezes têm dúvidas sobre suas crenças religiosas. Desta forma, o estudo é baseado em uma pesquisa com 2.005 adultos e adolescentes americanos entre 13 e 17 anos. O estudo também utilizou uma pesquisa com 511 pastores seniores protestantes […]

today10 de março de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%