G1 Mundo

Como grupo Wagner conquistou dinheiro e poder além das fronteiras russas

today4 de julho de 2023 4

Fundo
share close

A companhia mercenária liderada por Yevgeny Prigozhin serviu como uma espécie de exército paralelo russo, fazendo grande parte do trabalho sujo em locais onde o Kremlin tem interesses, mas não quis enviar seus próprios soldados para evitar repercussões legais ou diplomáticas.


Ucrânia, Mali, Sudão, Síria, República Centro-Africana, Líbia… Os tentáculos do grupo Wagner se estendem muito além das fronteiras da Rússia, onde as consequências de sua revolta contra o Kremlin são difíceis de prever.



Esta “companhia militar privada” tinha sido, até agora, muito útil aos interesses de Moscou.

A companhia mercenária liderada por Yevgeny Prigozhin serviu como uma espécie de exército paralelo russo, fazendo grande parte do trabalho sujo em locais onde o Kremlin tem interesses, mas não quis enviar seus próprios soldados para evitar repercussões legais ou diplomáticas.

A repórter Camilla Veras Mota explica como o grupo Wagner ganhou poder e dinheiro em diferentes partes do mundo.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

manifestacoes-na-franca-contra-racismo-policial-completam-1-semana

G1 Mundo

Manifestações na França contra racismo policial completam 1 semana

Nos primeiros três dias de manifestações, mais de 800 pessoas foram detidas. Para conter as manifestações, o governo da França disse que estuda declarar estado de emergência no país inteiro por conta do caráter violento dos protestos. O balanço divulgado pelo Ministério do Interior também aponta que 24 edifícios foram danificados, 159 veículos queimados e foram registrados 202 pontos de incêndio nas ruas durante a sétima noite de violência. Nenhum […]

today4 de julho de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%