Gospel Prime

Conheça a ideologia radical hindu que tenta expulsar o Cristianismo da Índia

today30 de agosto de 2023 1

Fundo
share close

Um cenário preocupante está emergindo na maior democracia do mundo, milhões de indianos acreditam que o país pertence aos hindus e que todas as outras religiões, incluindo o cristianismo e o islamismo, devem ser eliminadas da sociedade. Grupos de direitos humanos acusaram o Primeiro-Ministro da Índia e seu governo de apoiar a visão extremista.

Nesse sentido, o primeiro-ministro indiano Narendra Damodardas Modi é acusado de alimentar as chamas do Hindutva, uma ideologia radical que ensina que apenas os hindus são verdadeiros indianos e que todas as outras religiões, especialmente cristãos e muçulmanos, são estrangeiras que devem ser removidas da sociedade. 

Segundo a  CBN News, um ex-membro da organização radical hindu Rashtriya Swayamsevak Sangh (R.S.S.) revelou que os cristãos são alvos por causa do crescente número de conversões ao cristianismo. O governo liderado pelo partido Bharatiya Janata, com ligações à R.S.S., é acusado de tolerar a violência contra cristãos.

Desse modo, isso resultou em um aumento na violência contra cristãos, muitas vezes com aprovação tácita do governo central. Aos 16 anos, Paulo, nome fictício por questões de segurança, foi instruído a mirar os cristãos pela organização radical paramilitar hindu Rashtriya Swayamsevak Sangh (R.S.S.)

“Me tornei um seguidor fervoroso de seus princípios hindus, e por causa disso, matar cristãos e pastores se tornou meu objetivo. Houve uma ação deles nos dizendo que o cristianismo não pertence ao nosso país porque eles estão convertendo pessoas, então temos que atacar pastores e demolir suas igrejas para que nosso país permaneça um país hindu”, disse.



Desse modo, Paulo pensou que tinha sua chance quando um pastor visitou sua residência estudantil. No entanto, o encontro mudou sua vida quando o pastor compartilhou o evangelho com ele. Agora, Paulo atua como pastor itinerante em áreas remotas no estado de Karnataka, frequentemente chamado de “cemitério de pastores” devido à intensa perseguição que os cristãos enfrentam ali. 

Sendo assim, as leis anti-conversão, que criminalizam as conversões religiosas, estão se espalhando em vários estados indianos, dificultando o trabalho missionário. A maioria dos ataques é perpetrada por grupos extremistas hindus com conexões políticas. A situação é agravada pelo fato de que muitas autoridades locais não protegem os cristãos e, em alguns casos, os discriminam.

A comunidade cristã enfrenta desafios constantes, incluindo ataques a igrejas, incêndio de Bíblias e acusações de conversões forçadas. Apesar das adversidades, cristãos continuam a pregar o evangelho. A Comissão dos Estados Unidos para a Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) documentou um aumento sem precedentes na violência contra cristãos sob o governo de Modi.

“É realmente o governo mais sofisticado em restringir as liberdades religiosas fora da China. O objetivo deles é expulsar o cristianismo da Índia. Eles veem a Índia como a terra sagrada do hinduísmo e pretendem fazer isso acontecer“, disse o Dr. David Curry, comissário da USCIRF.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-comprovar-uniao-estavel-para-garantir-pensao-por-morte

Pleno News

Como comprovar união estável para garantir pensão por morte

Elisângela Coelho - 30/08/2023 10h14 Comprovar a união estável é fundamental para se ter direito à pensão por morte Foto: Pixabay A pensão por morte é um benefício previdenciário concedido aos dependentes do segurado que faleceu, seja ele aposentado ou não. Entre os dependentes que têm direito a esse benefício estão o cônjuge, os filhos menores de idade e os filhos com deficiência. Além disso, o companheiro ou a companheira […]

today30 de agosto de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%