G1 Santos

Conheça a pensão em que o Rei do Futebol morou em Santos há 70 anos

today30 de dezembro de 2022 35

Fundo
share close

Uma casa histórica, que tem escadaria e assoalho de madeira preservados por aproximadamente 70 anos. Na Rua Euclides da Cunha, 215, na Pompéia, em Santos, já morou Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, que morreu na quinta-feira (29), aos 82. Hoje, o imóvel é habitado pela dona Benedicta de Almeida Rodrigues, de 77, que recorda grandes histórias sobre o local.

A residência era uma pensão onde Pelé e outros craques do lendário time do Santos residiam na década de 1950. A equipe, que tinha também Pepe, Coutinho, Clodoaldo, Mengálvio, Dorval, Zito, entre outros, encantou o mundo ao vencer duas Libertadores, dois Mundiais de Clubes e marcar milhares de gols.

A aposentada conta que comprou o imóvel em dezembro de 1997, pouco antes da Copa do Mundo de 1998, sediada e vencida pela França. De lá pra cá, o imóvel já passou por algumas mudanças, mas tem aspectos preservados desde a época gloriosa do Peixe.



“Eu comprei essa casa de uma senhora, da dona mesmo. O que funcionava era uma pensão onde eles moravam. A dona Georgina era a dona da pensão. Era uma turma muito boa. Antes de eu comprar a casa, ele (Pelé) veio aqui e tirou foto”, recorda Benedicta, em conversa com A Tribuna.

A residência tem um quarto e sala na parte inferior, além de uma escadaria que leva para outros três quartos e um banheiro. A aposentada não crava em qual quarto Pelé dormia, mas acredita que seja na parte superior.

“Eu não sei [o quarto onde Pelé ficava], todos querem saber. Eu acredito que esse [quarto de baixo] era da pensionista. Acho que eles ficavam todos em cima. Era uma turma de jogadores. As grades ainda são originais. A porta [na parte de cima] ainda é a mesma. O assoalho em cima é tudo igual ainda”, comenta.

Imóvel está localizado na Rua Euclides da Cunha, 215, na Pompéia, em Santos (SP) — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Benedicta cita que tem outros imóveis, mas que não pretende deixar a residência em que o Rei do Futebol já viveu. Ela conta que vizinhos e pessoas que moram no entorno sabem sobre a história do imóvel.

“Eles mesmos [vizinhos] falam que é ‘a casa do Pelé’. Todos sabem. Já outras pessoas, turistas, veem na internet e ficam na dúvida, se perguntam se é essa casa mesmo”, afirma.

A irmã de Benedicta, Irene Pinto de Almeida, de 74 anos, reside a poucos metros de onde o Rei Pelé morou, na Rua Rio Grande do Norte, também no bairro da Pompéia.

Irmã de Benedicta (à esq.), Irene Pinto de Almeida (à dir.), de 74 anos, reside há poucos metros da casa — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Ela recorda que trabalhou como costureira na confecção dos uniformes usados pela Seleção Brasileira nas Copas de 1962 e 1966. Na época, Irene residia em São Paulo.

“Acompanhei toda aquela trajetória de 1962 pra cá. Eu trabalhava numa empresa de costura. Essa empresa fazia a roupa da seleção brasileira. Me lembro que, quando terminavam [os trabalhos], a roupa de todos ficavam nas araras, com o emblema. Eram três seções, calça, paletó e camisa. Eu trabalhava na seção de calça”, recordou ela, que fez esse trabalho durante as Copas de 62 e 66.

Hoje, o imóvel é habitado pela dona Benedicta de Almeida Rodrigues, de 77 anos — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Confira as fotos da residência onde Pelé morou em Santos:

Casa histórica tem escadaria e assoalho de madeira preservados por cerca de 70 anos — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Imóvel tem partes preservadas até hoje, como escadaria — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Residência possui um quarto e sala na parte inferior, além de uma escadaria que leva para outros três quartos e um banheiro — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

Residência era uma pensão onde Pelé e outros craques do lendário time do Santos residiam na década de 1950 — Foto: Alexsander Ferraz/A Tribuna Jornal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

complexo-viario-da-nova-entrada-de-santos-recebera-o-nome-de-rei-pele

G1 Santos

Complexo viário da nova entrada de Santos receberá o nome de Rei Pelé

O complexo viário da Nova Entrada de Santos, no litoral de São Paulo, receberá o nome de Rei Pelé em homenagem ao ex-jogador. O anúncio foi feito pelo governador Rodrigo Garcia (PSDB), nesta quinta-feira (29), após a morte de Pelé, aos 82 anos, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Por causa da morte do Atleta do Século, o governador decretou luto oficial de 7 dias. As obras de melhoria […]

today30 de dezembro de 2022 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%