G1 Mundo

Coreia do Norte: Kim Jong-un está preparando filha para ser sua sucessora?

today10 de dezembro de 2022 16

Fundo
share close

A mídia estatal do país não revelou o nome nem a idade da jovem, descrevendo-a apenas como a filha “mais amada” do líder.

A agência de notícias estatal da Coreia do Norte, a KCNA, informou no fim de novembro que Kim e sua filha se reuniram com soldados, cientistas e outros envolvidos no lançamento do míssil Hwasong-17 no início daquele mês.

As fotos mais recentes da KCNA não tinham data, mas, segundo a agência, Kim e sua filha ficaram na frente de uma multidão “cheia de paixão e felicidade sem limites”, expressando a “maior glória e ardente reverência por ele”.



As informações sobre a jovem são escassas. Seu nome nunca foi divulgado oficialmente, mas acredita-se que ela se chame Kim Ju-ae.

Então, o que sabemos sobre a filha de Kim Jong-un?

Mencionada pela primeira vez em 2013

Kim Jong-un lidera um dos países que mais se esforça para manter tudo o que acontece dentro de suas fronteiras em segredo, e muito pouco se sabe sobre sua vida pessoal.

Em julho de 2012, a Coreia do Norte confirmou que Ri Sol-ju era a esposa de Kim, um mês depois de ela ter sido vista pela primeira vez em público com ele.

Desde então, a mídia sul-coreana especula que o casal tem três filhos (duas meninas e um menino), sendo Ju-ae a mais velha.

Em setembro de 2013, o jogador de basquete americano aposentado Dennis Rodman, que estava na Coreia do Norte em uma “turnê diplomática de basquete”, disse ao jornal britânico The Guardian que “Kim tinha uma filha”.

Kim Jong-un e sua filha — Foto: KCNA VIA REUTERS

“Segurei sua bebê Ju-ae e também conversei com [a esposa de Kim]. Ele é um bom pai e tem uma família linda”, disse Rodman ao jornal.

Na época, não houve resposta oficial ou confirmação da Coreia do Norte aos comentários de Rodman.

Foi então que, pela primeira vez, em 19 de novembro deste ano, a KCNA divulgou várias fotos do pai e da filha, confirmando rumores de longa data sobre a existência deles.

A mídia estatal informou que os dois conversaram com autoridades, inspecionaram mísseis e assistiram ao lançamento de um míssil balístico intercontinental de uma plataforma de observação no dia anterior.

No entanto, não deu mais detalhes.

Michael Madden, especialista em Coreia do Norte do Stimson Center, em Washington, nos Estados Unidos, acredita que a menina tenha entre 12 e 13 anos.

Kim Jong-un e sua filha cumprimentam uma multidão de soldados norte-coreanos — Foto: KCNA VIA REUTERS

Para Madden, a aparição pública da jovem pode ser uma mensagem de Kim Jong-un de que “a quarta geração de sucessão no poder virá por meio da minha linha (de sangue)”.

“A revelação da filha de Kim Jong-un interessou muito mais os analistas norte-coreanos do que a notícia de que o país lançou com sucesso seu míssil balístico intercontinental mais poderoso”, disse a correspondente da BBC em Seul, Jean MacKenzie.

“Isso significa que ela foi escolhida como sucessora de Kim Jong-un e um dia governará a Coreia do Norte?”, questiona a jornalista.

Apenas uma semana após a divulgação das primeiras fotos do pai e da filha, a KCNA postou outra série de fotos dos dois.

Kim Jong-un segurou mão da filha e posou para fotos em frente a míssil balístico intercontinental. A foto foi publicada em 19 de novembro pela mídia estatal KCNA — Foto: KCNA VIA REUTERS

Mais uma vez, nem sua idade, nem seu nome foram mencionados. Mas, dessa vez, ela foi descrita como a filha “mais amada” ou “preciosa” de Kim Jong-un.

“Isso é certamente impressionante. A fotografia de Kim Ju-ae ao lado de seu pai enquanto os técnicos e cientistas envolvidos no último lançamento do ICBM comemoram o feito sustentaria a ideia de que este é o começo de seu posicionamento como possível sucessora”, disse Ankit Panda, especialista do Carnegie Endowment for International Peace, à emissora americana NBC.

No entanto, alguns analistas alertam ser muito cedo para dizer se ela irá suceder Kim Jong-un no poder.

Chun Su-jin, autora sul-coreana de um livro sobre mulheres líderes norte-coreanas, disse em entrevista à agência de notícias Reuters ser improvável que as elites do país aceitem a filha de Kim como governante.

“O país não está preparado para uma líder do outro gênero [uma mulher]”, disse. “[Kim] está apenas tentando provar que é um pai amoroso, não apenas um ditador brutal que dispara mísseis.”

Esta foi mais uma das fotografias divulgadas pela KCNA — Foto: KCNA VIA REUTERS

“Na Coreia do Norte, gênero ainda é importante para ser um líder”, explica Hyun In-ae, um desertor norte-coreano que agora trabalha no Instituto Ewha para Estudos de Unificação em Seul, Coreia do Sul.

Hoje já existe uma mulher no regime norte-coreano que vem chamando a atenção do mundo há alguns anos: Kim Yo-jong, irmã de Kim.

Kim Yo-jong: a irmã poderosa

Quando rumores e especulações surgiram em 2020 sobre a saúde de Kim Jong-un, sua irmã, Kim Yo-jong, foi vista como uma substituta em potencial para assumir a dinastia da família até que um dos filhos de Kim tivesse idade suficiente.

Kim Jong-un e sua irmã Kim Yo-jong — Foto: GETTY IMAGES

Kim Yo-jong ocupou um alto cargo no regime por algum tempo. Recentemente, ela ameaçou a Coreia do Sul pelas sanções aplicadas contra a Coreia do Norte.

Mas é óbvio que o aparecimento da filha de Kim Jong-un levantou mais questões, diz Jean Mackenzie, da BBC.

“Por que mostrá-la agora? Ela ainda é muito jovem. Se ele a está preparando para assumir o cargo, isso pode significar que o líder de 38 anos tem problemas de saúde?”

“Sua saúde é alvo de muita especulação porque isso parece ser o maior risco para a estabilidade do regime”, acrescenta Mackenzie.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

china-enfrenta-problemas-com-suprimentos-medicos-e-alta-de-precos-em-meio-a-temores-por-covid

G1 Mundo

China enfrenta problemas com suprimentos médicos e alta de preços em meio a temores por Covid

Autoridades locais alertam para que comerciantes não lucrem com a pandemia. Vacina contra Covid-19 — Foto: Divulgação A China disse neste sábado que pararia de verificar motoristas de caminhão e tripulantes de navios que transportam mercadorias no mercado interno para Covid-19, removendo um gargalo importante de sua rede de cadeia de suprimentos à medida que o desmantelamento da política de "zero Covid" do país ganha velocidade. O país deu uma […]

today10 de dezembro de 2022 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%