G1 Santos

Cufa da Baixada Santista arrecada doações para o povo Yanomami; saiba como ajudar

today3 de fevereiro de 2023 29

Fundo
share close

Para doar, basta entrar em contato com a Cufa pelo telefone (13) 99643-8475 ou se dirigir até o ponto de arrecadação, na Avenida Padre Manoel da Nóbrega, 1350, no bairro Itararé, ou na sede, localizada na Rua Joaquim Barbosa dos Santos, 180, no bairro Japuí, em São Vicente (SP).

Ao g1, o presidente da Cufa na Baixada Santista, Deraldo Silva, de 48 anos, explicou que as arrecadações são enviadas semanalmente a São Paulo (SP), onde são distribuídas em caminhões e enviadas para os Yanomami. Nesta quarta-feira (1), 50 veículos saíram da capital com destino à Roraima.

Silva destacou que, até o momento, mais de 40 toneladas já foram arrecadadas em todo o Brasil. A Baixada Santista já arrecadou quase uma tonelada de alimentos.



Cufa da Baixada Santista arrecada doações para comunidades Yanomami — Foto: Cufa Baixada Santista/Divulgação

“Não dá para ficar de braços cruzados diante desse cenário de fome, desnutrição e morte […]. Nesse primeiro momento, nossa resposta é mobilizar para a primeira necessidade, que é o alimento. É superimportante respondermos de maneira contundente para que o impacto diminua. Nos desdobramentos vamos atuando também, de acordo com as demandas que vão surgindo”, afirmou.

Várias crianças e adultos morreram desnutridos e outros estão sendo resgatados para receber atendimento por conta de subnutrição, malária, pneumonia e contaminação por mercúrio na Terra Indígena Yanomami.

Após diversas imagens e relatos de avanço de doenças, o Ministério da Saúde declarou emergência de saúde pública para combater desassistência de indígenas no território.

Criança yanomami de 4 anos internada em hospital de Boa Vista para tratar desnutrição — Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

O governo federal também criou o Comitê de Coordenação Nacional para discutir e adotar medidas em articulação entre os poderes para prestar atendimento a essa população. O plano de ação deve ser apresentado no prazo de 45 dias.

No último dia 25, a Polícia Federal abriu um inquérito para investigar se houve crime de genocídio e omissão de socorro na assistência dada pelo governo anterior, liderado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), no combate à tragédia Yanomami.

Caminhões com doações saem semanalmente de São Paulo com destino a Roraima — Foto: Cufa Baixada Santista/Divulgação

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

moraes-anuncia-projeto-para-regulamentar-redes-sociais

Gospel Prime

Moraes anuncia projeto para regulamentar redes sociais

O ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), anunciou nesta sexta-feira (3) um projeto para regulamentação das redes sociais. “A partir de uma comissão no TSE, adotamos mecanismos de uma regulamentação das redes sociais”, disse ele em Lisboa, Portugal. Ele participa de um evento organizado pelo Grupo Lide, do ex-governador João Doria. “As redes sociais não podem ser nem mais e nem menos do que qualquer empresa […]

today3 de fevereiro de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%