G1 Santos

Deficiente visual cria ‘farmácia para cego ver’ para dar autonomia e segurança na compra de remédios; veja como funciona

today22 de dezembro de 2022 30

Fundo
share close

Uma farmacêutica com deficiência visual criou o projeto ‘Farmácia para cego ver’, que visa garantir autonomia e segurança na compra de medicamentos por pessoas que não enxergam ou têm dificuldades. A ideia, segundo Grayce Miguel França, surgiu das próprias experiências, além, é claro, do fato de o país ter algo em torno de 6,5 milhões de pessoas com deficiência visual severa, sendo 506 mil com perda total da visão, com base nos dados Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A proposta de Grayce é de que as embalagens dos remédios e as bulas venham com um QR Code em relevo para que o código possa ser escaneado e o deficiente visual tenha acesso, através de um celular, a todas as informações relevantes, que, atualmente, não estão disponíveis ao público.

Hoje, embora as embalagens tenha informação em braile, não informam, por exemplo, o princípio ativo dos medicamentos. A farmacêutica disse, ainda, que a medida promete ajudar idosos e daltônicos. Em vídeo enviado para o g1, a farmacêutica mostrou o funcionamento na prática. (Veja acima).



“Como farmacêutica e pessoa com deficiência visual, pensei, estudei, e realizei pesquisas em busca de uma solução inovadora para diferenciar embalagens e evitar o uso indevido de medicações. Só o braile que já vem nas embalagens de medicamentos não traz as informações imprescindíveis, como o nome do princípio ativo, dosagem, quantidade, forma farmacêutica e data de validade“, explicou Grayce.

Farmacêutica deficiente visual cria ‘farmácia para cego ver’ que traz autonomia na compra de medicamentos — Foto: Reprodução

A farmacêutica disse que já recebeu relatos de pessoas com deficiência visual que tomaram medicações erradas por falta de acessibilidade nas embalagens. Ela, no entanto, afirma que nunca passou por essa situação, pois sempre pede para alguém ler as informações.

Grayce tem cegueira congênita, que é quando a pessoa já nasce com deficiência visual. Em cada olho, a farmacêutica tem apenas 5% da visão. Hoje, ela é coordenadora do grupo técnico de trabalho farmacêutico à pessoa com deficiência do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), e busca realizar parcerias tornar tirar o projeto do papel.

Para ela, o projeto “Farmácia para cego ver” é inovador. “O método traz propostas de valor como, autonomia, segurança, acessibilidade, praticidade e qualidade de vida para que possamos [pessoas com deficiência visual] ter acesso às informações através do nosso celular”, finalizou.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pai-de-jovem-levado-por-correnteza-em-trilha-se-diz-‘cortado-por-dentro’-com-a-suspensao-das-buscas:-‘esta-tudo-errado’

G1 Santos

Pai de jovem levado por correnteza em trilha se diz ‘cortado por dentro’ com a suspensão das buscas: ‘está tudo errado’

O Corpo de Bombeiros suspendeu por tempo indeterminado, na última terça-feira (20), as buscas pelo casal. Em nota, a corporação informou que no período de buscas foram utilizadas todas as ferramentas e métodos disponíveis (veja mais abaixo). José Sivaldo Alencar, de 55 anos, disse que foi comunicado pela corporação da suspensão das buscas e pediu para que o caso não seja esquecido. "[Precisa] investigar mais profundo, está errado. Os bombeiros […]

today22 de dezembro de 2022 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%