G1 Santos

Delegado ‘youtuber’ que encenou flagrante, Da Cunha é eleito deputado federal por SP: ‘pra cima deles’

today3 de outubro de 2022 34

Fundo
share close

Novo representante do litoral de São Paulo na Câmara prometeu lutar pela região da Baixada Santista.

Delegado da Cunha virou ‘celebridade’ nas redes sociais — Foto: Reprodução



O delegado Carlos Alberto da Cunha, que confessou publicamente que encenou o vídeo do flagrante de um sequestro em uma comunidade da capital paulista, em julho de 2020, foi eleito Deputado Federal por São Paulo com uma das votações mais expressivas do estado. Ele foi o 24ª candidato mais votado e contabilizou 181.568 votos pelo Progressistas.

Conhecido como ‘Delegado Youtuber’ Da Cunha’ ficou famoso ao gravar vídeos das operações nas quais tinha participação ativa e por compartilhar esses momentos nas redes sociais. No ano passado, Da Cunha foi afastado das ruas após declarar publicamente que ‘há ratos na Polícia’. Logo depois, ele pediu licença de dois anos da Polícia Civil.

Da Cunha, que disputou a eleição pelo Progressistas e é de Santos, no litoral de São Paulo, e fez carreira na Polícia Civil da cidade antes de ser transferido para trabalhar em São Paulo. Em entrevista ao g1 nesta segunda-feira (3), ele disse que irá atuar pensando no desenvolvimento de toda a região da Baixada Santista.

Assista a trecho do flagrante reconstituído pelo delegado Da Cunha

Assista a trecho do flagrante reconstituído pelo delegado Da Cunha

Escolhido por mais de 181 mil eleitores, Da Cunha afirmou que irá atuar, principalmente, na área de segurança. Como ex-judoca, ele acredita que o ‘investimento na área da educação e do esporte são os principais instrumentos para tirar as crianças da rua, dar oportunidades e diminuir a criminalidade’.

“A Baixada Santista tem aqui um deputado. Sou 013 (referência ao DDD da região), nascido e criado em Santos e estou à disposição. Vamos juntos levantar a Baixada Santista. Santos, São Vicente, Praia Grande, Guarujá, Cubatão. Obrigado pelo carinho e pra cima deles”, disse.

Delegado Da Cunha admitiu que publicou reprodução de flagrante — Foto: Reprodução/Youtube

A encenação de Da Cunha ocorreu após um flagrante na comunidade de Nhocuné. Os policiais descobriram que um homem era mantido refém no chamado tribunal do crime, na mira de criminosos ligados à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

No entanto, após o real flagrante, Da Cunha colocou a vítima de volta no cativeiro e ‘encenou’ a ação policial que havia acabado de acontecer. Desta vez, ele filmou as cenas para publicar em seu canal no Youtube, que conta com mais de 3,6 milhões de seguidores.

A gravação foi publicada e distribuída a diversos veículos de comunicação, como se fosse a verdadeira operação que, na verdade, não foi feita por ele. A descoberta da encenação aconteceu após depoimentos de policiais envolvidos na operação e outras testemunhas ao Ministério Público, durante uma investigação sobre a conduta do delegado.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

pobre-nao-deve-votar-em-bolsonaro?-vejamos…

Pleno News

Pobre não deve votar em Bolsonaro? Vejamos…

Pedro Augusto - 03/10/2022 15h11 Jair Bolsonaro e Michelle Bolsonaro Foto: Alan Santos/PR Li mais cedo que “pobre não vota em Bolsonaro”. Veja só algumas informações: – De 2018 até hoje, 15 impostos foram cortados ou reduzidos. Isso refletiu em milhares de produtos; – No momento de maior crise da pandemia, foi concedido o Auxílio Emergencial; – O desemprego está caindo e chegou ao menor nível desde 2015 (época da […]

today3 de outubro de 2022 19

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%