G1 Mundo

Drones são abatidos em região russa que precisou ser desocupada após bombardeio, diz governador

today23 de maio de 2023 17

Fundo
share close

O governo de Belgorod disse que os drones foram abatidos por armamento antiaéreo. Mais cedo, o governador Vyacheslav Gladkov disse que uma operação antiterrorista está em andamento na região.

A Rússia afirma que está sendo atacada por um grupo de sabotadores ucranianos. Por outro lado, o governo da Ucrânia nega envolvimento no caso. A autoria do ataque está sendo reivindicada por um grupo de russos que defende Kiev.

Após o ataque de segunda, o governo de Belgorod pediu para que moradores do distrito de Graivoron deixassem suas casas. Em comunicado nesta terça, as autoridades orientaram para que as pessoas ainda não voltem para seus lares.



“Sobre a situação no distrito de Graivoron: a limpeza do território pelo Ministério da Defesa junto com as agências policiais continua”, disse o governador Vyacheslav Gladkov.

O líder russo afirmou ainda que, segundo apurações preliminares, ninguém se machucou durante a ação desta terça-feira.

Nas últimas semanas, diversos ataques estão sendo registrados na região da fronteira entre Rússia e Ucrânia. Os russos responderam com um “regime legal antiterrorista”, que dá poderes às forças de segurança para ampliar controles sobre identidades, veículos e comunicações.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

europa-restringe-comercio-de-diamantes-russos-que-financiariam-guerra-na-ucrania

G1 Mundo

Europa restringe comércio de diamantes russos que financiariam guerra na Ucrânia

As sanções contra os diamantes russos comercializados na Europa, principalmente na cidade da Antuérpia, na Bélgica, estavam na mira da União Europeia há meses. O setor, que é uma fonte valiosa para Moscou, pode estar financiando a guerra na Ucrânia. O anúncio sobre a restrição do comércio das pedras preciosas exportadas pela Rússia chegou direto de Hiroshima, no Japão, onde os líderes do G7 estavam reunidos. Todos os anos a […]

today23 de maio de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%