G1 Mundo

É #FAKE que vídeo mostra doações da China sendo enviadas de avião para a Faixa de Gaza

today3 de julho de 2024 7

Fundo
share close

O vídeo de 2 minutos e 18 segundos é acompanhado da seguinte legenda: “Bonito, lindo de se ver e de inspirar esperança. China desafia EUA e Israel e manda ajuda diretamente para Gaza“.

A postagem reúne mais de 30 trechos de outros vídeos que exibem o lançamento de doações com uso de paraquedas, pessoas correndo atrás da ajuda humanitária, crianças balançando uma bandeira da China, entre outras situações.

Por meio de uma busca reversa pela origem das imagens, o g1 descobriu que elas foram retiradas de contexto. A alegação feita na legenda também é falsa.



Funcionário transporta doações enviadas pela China para o Paquistão — Foto: Reprodução/Xinhuanet

Uma das fotos usadas como desinformação mostra um funcionário dirigindo um veículo com a bandeira da China em um aeroporto (veja acima). A imagem, na verdade, foi feita em agosto de 2022, antes da guerra entre Israel e Hamas em Gaza — que começou em outubro de 2023.

Segundo a Xinhua, agência estatal de notícias oficial do governo chinês, um avião da Força Aérea transportou suprimentos humanitários para o Paquistão em socorro às vítimas de enchentes naquele país. O registro foi realizado no Aeroporto Internacional Jinnah, na cidade de Karachi (veja aqui).

Lançamento de doações enviadas pelos Emirados Árabes para Gaza — Foto: Reprodução

A fake news também exibe o lançamento das doações do interior de uma aeronave. Pela busca reserva da imagem, foi possível descobrir que ela circula nas redes sociais pelo menos desde 30 de março de 2024.

No vídeo completo, é possível ver uma bandeira dos Emirados Árabes Unidos no carregamento de ajuda humanitária. Ou seja: a carga não foi enviada à Gaza pelo governo chinês.

Em busca no site oficial do governo chinês, também não foram encontradas informações sobre incursões aéreas na Faixa de Gaza (aqui, em chinês).




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

trump-lidera-e-amplia-diferenca-para-biden-apos-debate-eleitoral,-diz-pesquisa

G1 Mundo

Trump lidera e amplia diferença para Biden após debate eleitoral, diz pesquisa

De acordo com a pesquisa, Trump lidera agora a corrida eleitoral com 49% dos votos, ante 43% de Biden. Em relação à semana passada, antes do debate, Trump aumentou a vantagem, segundo o jornal americano: de três para seis pontos de dianteira. Antes do debate, Trump aparecia com 48% das intenções de voto na mesma pesquisa, contra 44% de Biden. Por uma questão de arredondamento, o jornal considerou a diferença […]

today3 de julho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%