G1 Mundo

Eleições legislativas na França: Veja repercussão

today8 de julho de 2024 5

Fundo
share close

Luiz Inácio Lula da Silva, presidente do Brasil

Muito feliz com a demonstração de grandeza e maturidade das forças políticas da França que se uniram contra o extremismo nas eleições legislativas de hoje. Esse resultado, assim como a vitória do partido trabalhista no Reino Unido, reforça a importância do diálogo entre os segmentos progressistas em defesa da democracia e da justiça social. Devem servir de inspiração para a América do Sul.

Celso Amorim, assessor da Presidência para Assuntos Internacionais



“Uma grande vitória (da esquerda francesa). Justamente com a vitória dos trabalhistas na Grã-Bretanha, abre-se o caminho da esquerda democrática na Europa. A extrema direita não passará. Grande exemplo para a América Latina.”

Pedro Sánchez, primeiro-ministro da Espanha

“Esta semana, um dos maiores países da Europeu escolheu o mesmo caminho que a Espanha há um ano: rechaço à extrema direita e aposta decidida em uma esquerda social que lide com os problemas das pessoas com políticas sérias e valentes.

Reino Unido e França disseram SIM ao progresso e ao avanço social e NÃO ao retrocesso em direitos e liberdades.

Com a extrema direita não se faz acordo nem se governa.”

Raí, ex-jogador de futebol

Raí diz que resultado das urnas na França foi um exemplo para o mundo

Raí diz que resultado das urnas na França foi um exemplo para o mundo

“Costumo ser otimista e acreditava numa virada, mas não tão grande”, disse o ex-jogador do São Paulo, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira. “Foi um recado: A França não admite, não quer a extrema direita no poder”.

Donald Tusk, primeiro-ministro da Polônia

“Em Paris, entusiasmo; em Moscou, desapontamento; em Kiev, alívio. O suficiente para se estar feliz em Varsóvia.”

Jules Koundé, jogador do Barcelona e da seleção francesa de futebol

“O alívio é igual à preocupação das últimas semanas, é imenso. Parabéns a todos os franceses que se mobilizaram para que este lindo país que é a França não se veja governado pela extrema direita. 🙏🏾🇫🇷”

Tchouameni, jogador do Real Madrid e da seleção francesa de futebol

Paolo Gentiloni, comissário europeu para a economia

“Vive la République! (viva a república!)”

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, ainda não se manifestou.

Nils Schmid, deputado alemão e líder do SPD para assuntos internacionais, partido do chanceler Olaf Scholz

“O pior foi evitado… O presidente está politicamente enfraquecido, mesmo que mantenha um papel central tendo em conta a situação obscura da maioria. Formar um governo será complicado.”

O chanceler alemão, Olaf Scholz, ainda não se manifestou.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

celso-amorim-chama-de-‘grande-vitoria’-o-resultado-da-esquerda-na-eleicao-francesa:-‘extrema-direita-nao-passara’

G1 Mundo

Celso Amorim chama de ‘grande vitória’ o resultado da esquerda na eleição francesa: ‘Extrema direita não passará’

O assessor especial para a política externa do governo brasileiro, Celso Amorim, comentou neste domingo (7) a vitória da esquerda francesa nas eleições legislativas do país. Para Amorim, foi uma grande vitória e sinal de que a "extrema direita" não passará. Pesquisas de boca de urna apontam vitória da esquerda no segundo turno das eleições legislativas na França, após um desempenho histórico da extrema direita no primeiro turno. Ao comentar […]

today8 de julho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%