G1 Mundo

Em carta a deputados, Biden recusa pedidos para desistir e confronta partidários: ‘é hora de acabar com isso’

today8 de julho de 2024 6

Fundo
share close

Preisdente dos EUA escreveu documento com duas páginas pedindo que democratas deixem de exigir sua desistência na corrida à Casa Branca. Em entrevista à rede NBC, desafiou partidários divergentes a enfrentá-lo durante a convcenção do Partido Democrata, em agosto.


Joe Biden durante evento do Dia da Independência na Casa Branca, em 4 de julho de 2024 — Foto: REUTERS/Elizabeth Frantz



Em uma carta enviada nesta segunda-feira (8) a deputados, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confrontou membros de seu partido e recusou novamente o pedido de democratas para que desista de concorrer à reeleição.

No documento, de duas páginas, Biden também pediu que os deputados deixem de pressionar por sua desistência.

“É hora de acabar com isso”, disse Biden no documento.

“Temos 42 dias para a Convenção Democrata e 119 dias para as eleições gerais”, disse Biden na carta, distribuída por sua campanha de reeleição. “Qualquer enfraquecimento da determinação ou falta de clareza sobre a tarefa que temos pela frente só ajuda Trump e nos prejudica. É hora de nos unirmos, avançarmos como um partido unificado e derrotar Donald Trump.”

No documento, ainda de acordo com a AP, o presidente norte-americano disse ainda que os membros do Partido Democrata têm o dever de derrotar o candidato do Partido Republicano, o ex-presidente Donald Trump.

Tom agressivo em entrevista

Em 1ª entrevista à tb após debate, Biden diz que só Deus o tira da disputa

Em 1ª entrevista à tb após debate, Biden diz que só Deus o tira da disputa

Também nesta segunda, o presidente deu uma entrevista à rede de TV norte-americana NBC na qual criticou democratas que pediram sua desistência.

Ele disse estar ficando “frustrado com as elites no Partido Democrata” e desafiou deputados que pedem sua desistência a enfrentá-lo na convenção da sigla, que ocorrerá em agosto.

É na convenção do partido que o presidente será formalmente confirmado como candidato democrata.

“Não me importa o que esses grandes nomes (do partido) pensam”, disse Biden.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

vitoria-da-esquerda-na-franca-e-‘inspiracao’,-mas-tambem-‘recado’-sobre-reforcar-alianca-com-o-centro,-dizem-aliados-de-lula

G1 Mundo

Vitória da esquerda na França é ‘inspiração’, mas também ‘recado’ sobre reforçar aliança com o centro, dizem aliados de Lula

Em redes sociais, Lula disse que o resultado na França, assim como a vitória dos Trabalhistas no Reino Unido, reforça a importância do diálogo entre os segmentos progressistas em defesa da democracia e da Justiça social. E que precisa servir de inspiração para a América do Sul. Aliados do presidente brasileiro afirmaram ao blog, por outro lado, que o cenário francês também passa um recado em sentido quase inverso ao […]

today8 de julho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%