UOL Notícias

Em evento, Lula diz que Estado precisa parar de falar ‘sim’ aos banqueiros

today27 de maio de 2022 8

Fundo
share close

O ex-presidente e pré-candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva (PT) declarou hoje o Estado brasileiro precisa parar de dizer “sim” e favorecer banqueiros e empresários. A fala ocorreu em um evento com o ex-mandatário e movimentos sociais.

“A única razão pela qual nós temos interesse de disputar a eleição é para poder provar que o Estado brasileiro pode atender e tratar vocês com a dignidade que o movimento social e o povo trabalhador precisa”, começou.

E continuou: “É preciso parar de dizer não ao povo trabalhador, sofrido, aos que querem casa, educação, saúde, saneamento básico, água potável, direitos humanos. É preciso parar de dizer ‘não’ a esses e dizer ‘sim’ aos banqueiros, aos empresários, aqueles que, às vezes, só vêm aqui para explorar o povo trabalhador. É preciso inverter”.

O petista criticou ainda a discussão de medidas que apenas beneficiam o setor empresarial e não focam dos trabalhadores brasileiros.

“Ao invés de a gente ficar discutindo responsabilidade fiscal para garantir dinheiro para banqueiro, nós temos que discutir responsabilidade social para pagar a dívida que nós temos com o povo trabalhador desse país. Não é possível que o nosso povo continue sofrendo. Não é possível que tudo para o trabalhador seja mais difícil. Que nós fiquemos tanto tempo sem aumento de salário mínimo”, opinou o político.



Pesquisa

Pesquisa Datafolha contratada e divulgada ontem pelo jornal Folha de S.Paulo apontou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida eleitoral de 2022 para Presidência da República e venceria o pleito em primeiro turno. O petista aparece com 48% das intenções de voto.

Com 48%, Lula possui mais intenções de voto do que os demais pré-candidatos somados (40%) e, por isso, vence em primeiro turno. Levando em conta apenas os votos válidos (exclui-se votos nulos, brancos e não sabem), o petista chega a 54%, enquanto Bolsonaro alcança 30%.




Todos os créditos desta notícia pertecem a UOL Notícias.

Por: Beatriz Gomes

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-novo-ataque-ao-tse,-bolsonaro-diz,-sem-provas,-que-fachin-foi-advogado-do-mst

UOL Notícias

Em novo ataque ao TSE, Bolsonaro diz, sem provas, que Fachin foi advogado do MST

Em novo ataque ao TSE, Bolsonaro diz, sem provas, que Fachin foi advogado do MST - 27/05/2022 - UOL Notícias PUBLICIDADE Ingresso.com BATE-PAPO MEU NEGÓCIO Passei Direto Pagseguro UOL Play Notícias sac Assine UOL Produtos Notícias Eleições 2022 Colunas Coronavírus Cotidiano Educação Internacional Política Previsão do tempo Saúde UOL Confere Newsletters Últimas notícias Loterias Mega Sena Quina Lotofácil Lotomania Outras loterias Eleições O Radar das Eleições Sabatina UOL/Folha Pesquisas eleitorais […]

today27 de maio de 2022 22

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%