G1 Mundo

Em uma das maiores manobras militares perto de Taiwan, China usa 71 aviões de combate

today26 de dezembro de 2022 28

Fundo
share close

Exército chinês fez exercícios em torno da ilha durante o fim de semana e utilizou seis SU-30, um dos modelos mais avançados da China. Pequim fala de retaliação a voos feitos por Taiwan.




China faz manobra militar em Taiwan

China faz manobra militar em Taiwan

A China utilizou 71 aviões de combate durante exercícios militares ao redor de Taiwan no fim de semana, informou nesta segunda-feira (26) o Ministério da Defesa taiwanês.

Com o arsenal, as manobras foram as terceiras maiores já feitas pela China nas proximidades da ilha, que Pequim reivindica ser parte do seu território. Segundo Taiwan, durante os exercícios da China:

  • 47 voos do Exército chinês ultrapassaram a zona de defesa de identificação aérea – o perímetro ao redor do espaço aéreo de um país – isso não significa, portanto, que o espaço aéreo de Taiwan foi invadido pela China, mas que os aviões chineses se aproximaram dele;
  • Seis aviões SU-30, um dos modelos mais avançados da China, participaram nos exercícios;
  • A maioria dos aviões cruzou a “linha média” do Estreito de Taiwan, que separa os dois lados.

Pequim não divulgou o número de aviões que participaram nas manobras de domingo nem sua localização. O Exército da China alegou que efetuou um “exercício de ataque ” em resposta a “provocações” e ao “conluio” entre Estados Unidos e Taiwan.

Helicóptero de guerra chinês durante exercícios militares perto de Taiwan, em 9 de agosto de 2022 — Foto: Forças Armadas da China/Via Reuters

Em 2022 foram registradas 1.700 incursões na zona de defesa de identificação aérea taiwanesa com aeronaves militares chinesas, contra 969 em 2021 e 146 em 2020.

A perspectiva de uma invasão chinesa deixa muitos países ocidentais e os vizinhos da China em estado de tensão. Xi Jinping, o governante mais autoritário da China em décadas, insiste que a “reunificação” de Taiwan não pode ficar para as gerações futuras.

O governo dos Estados Unidos aumentou o apoio a Taiwan e o Congresso americano aprovou recentemente um pacote de 10 bilhões de dólares (cerca de R$ 51 bilhões) em ajuda militar a Taipé, o que provocou críticas da China.

China realiza exercícios de disparo de mísseis na costa leste de Taiwan

China realiza exercícios de disparo de mísseis na costa leste de Taiwan

Como parte de suas ações contra Taiwan, a China intensificou também o uso de bombardeiros H-6 com capacidade nuclear nas incursões à ADIZ.

Em uma operação no início do mês, a China enviou 18 aeronaves H-6 ao sudoeste da ADIZ, na maior incursão em apenas um dia registrada até o momento.

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

acnur-teme-morte-de-180-refugiados-rohingyas-desaparecidos-no-oceano-indico

G1 Mundo

Acnur teme morte de 180 refugiados rohingyas desaparecidos no Oceano Índico

Uma embarcação com 180 refugiados rohingyas - a minoria muçulmana perseguida em Mianmar - desapareceu no Oceano Índico. Nesta segunda-feira (26), a Acnur, a agência da ONU para os refugiados, disse achar que o grupo pode ter morrido na tentativa de fugir do país. Milhares de rohingyas, uma minoria muçulmana perseguida em Mianmar, abandonam a cada ano os acampamentos de refugiados de Bangladesh para tentar chegar, pelo mar, à Malásia […]

today26 de dezembro de 2022 60

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%