G1 Santos

Empresa de recicláveis é investigada por manter materiais poluentes em contato com o solo no litoral de SP

today1 de junho de 2023 13

Fundo
share close

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém, no litoral de São Paulo, cumpriram um mandado de busca e apreensão em uma empresa de reciclagens do município, que é suspeita de praticar crimes ambientais. Segundo a Polícia Civil, no local foram encontrados materiais poluentes em contato com o solo.

Entre os itens danosos apreendidos na última quarta-feira (31) eles citam: reatores de lâmpadas, placas de eletrônicos, restos de veículos triturados, filtros de óleo, espuma de estofados.

Durante a investigação, a Polícia Civil constatou que rejeitos estavam sendo usados em Itanhaém e Mongaguá, cidade vizinha, para aterrar áreas de ocupação irregulares em mangues e invasões, contrariando a lei.



A Polícia Civil informou que a empresa investigada era autorizada a recolher o material para dele extrair, de forma manual, resíduos que pudessem ser revendidos a empresas recicladoras, sendo as sobras descartadas em aterros específicos, no entanto, a empresa acabava revendendo parte das sobras.

Caminhão era utilizado para transportar os materiais por empresa de recicláveis em Itanhaém (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

A investigação policial apontou, ainda, que os restos de materiais também foram usados para aterrar vias públicas e terrenos particulares, quando não, eram descartados em via pública, em um endereço no bairro Chácara Cibratel.

Amostras de materiais foram coletadas pela perícia e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) analisou os resíduos. No entanto, a empresa apresentou notas fiscais comprovando a destinação adequada dos rejeitos.

De acordo com a polícia, se constatados danos ambientais, os responsáveis pela empresa responderão pelos crimes por manter poluidores sem as devidas licenças e produtos danosos e perigosos ao meio ambiente.

Em nota, a Cetesb informou que foi requisitada a realização de vistoria conjunta com as polícias Civil e Ambiental e a Prefeitura de Itanhaém. Durante a ação, foi constatada o armazenamento inadequado de diversos resíduos.

Polícia Civil identificou que material foi descartado em via pública, no bairro chácara Cibratel, em Itanhaém — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Ainda de acordo com a agência ambiental, informações detalhadas da empresa estão sendo levantadas e servirão para embasar ações administrativas a serem adotadas.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

musk-consegue-aprovacao-para-iniciar-testes-de-chip-no-cerebro-humano

Gospel Prime

Musk consegue aprovação para iniciar testes de chip no cérebro humano

Neuralink, a empresa de implantes de chips cerebrais de Elon Musk, anunciou que recebeu aprovação da Food and Drugs Administration (FDA) dos EUA para realizar seus primeiros testes em humanos. A empresa tem como objetivo ajudar na restauração da visão e mobilidade das pessoas, conectando cérebros a computadores, conforme relatado pela BBC News. Embora a Neuralink tenha obtido a aprovação, Elon Musk afirmou que não tem planos imediatos de recrutar […]

today1 de junho de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%