Tocando:

Rádio 97Web

Enquete: 81% diz ser contra “voto de pobreza” para pastores

Escrito por em 30 de janeiro de 2021

Apesar dos frequentes escândalos envolvendo questões financeiras e falta de ética de muitos pastores em viver uma vida luxuosa, a maioria dos seguidores do Gospel Prime afirma que  diz que “voto de pobreza” é desnecessário para os pastores evangélicos.

A enquete realizada pelo portal perguntou: “Na sua opinião, para evitar escândalos financeiros, os pastores deveriam fazer voto de pobreza?”. Surpreendentemente, a maioria acredita que “Não. Não é necessário”, foram 81% que disseram não ser necessário, apesar de muitos admitirem que existe comportamento “avarento” no meio evangélico.

Os que responderam que “com certeza” os pastores deveriam fazer voto de pobreza, foram 11,5% e 7,5% disseram que “talvez”. A questão envolvendo “voto de pobreza” tem sido citada frequentemente por pastores e teólogos que defendem uma nova “reforma”.

Comentários

A maioria dos que concordaram com o fato de que o voto de pobreza é desnecessário, também condenaram o comportamento dos líderes avarentos, apontando que essa é uma questão bíblica e moral. Um usuário disse que para evitar este tipo de escândalo o pastor deve buscar integridade.

Leandro Silva, outro seguidor do Gospel Prime, apontou que “quem é desonesto sempre vai dar um jeito de se aproveitar de alguma situação”. Outro usuário, chamado Jerônimo Cruz, comentou que “é só obedecer a Bíblia” e salientou que se voto de pobreza e castidade resolvessem não haveria escândalos sexuais e de corrupção.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *