G1 Santos

Escolas de samba do Grupo Especial dão show no último dia do carnaval santista

today12 de fevereiro de 2023 17

Fundo
share close

A última noite de desfiles do Carnaval de Santos, no litoral de são Paulo, contou com as apresentações de cinco escolas do Grupo Especial. As agremiações que atravessaram a Passarela Dráusio da Cruz entre sábado (11) e domingo (12) deram um show e garantiram a diversão do público presente até o final da festa. Neste ano, o evento foi todo transmitido ao vivo pelo g1 e TV Tribuna, emissora afiliada da Rede Globo.

O evento é organizado pela Liga Independente Cultural das Escolas de Samba de Santos (Licess) com apoio da Secretaria de Cultura (Secult). A apuração dos desfiles das escolas de samba do Santos Carnaval 2023 acontecerá na terça-feira (14). A contagem dos votos poderá ser acompanhada apenas por representantes das agremiações e imprensa, ao meio-dia, no Teatro Municipal Braz Cubas.

A escola que prestou uma homenagem a Solange Cruz Bichara levou para a avenida a união do samba e da religiosidade — Foto: Alex Ferraz/A Tribuna Jornal



A Sangue Jovem, Campeã do Grupo de Acesso em 2020, foi a primeira do Grupo Especial a pisar na avenida na última noite de desfiles. A escola, composta por 1.100 integrantes e 16 alas, homenageou Solange Cruz Bichara, presidente há duas décadas da Mocidade Alegre, uma das mais tradicionais agremiações de samba paulistana.

O presidente da escola Fabio Przygoda disse que a agremiação estava emocionada e feliz. “Essa homenagem foi para todas as mulheres, para mostrar o quanto elas são importantes. Foi lindo e elas merecem muito”.

Comissão de frente da Unidos dos Morros contou com bailarinas do Ballet da Cidade de Santos — Foto: Alex Ferraz/A Tribuna Jornal

A escola contou a trajetória do empresário Armênio Mendes com o enredo ‘Desce o Morro Construindo História: Armênio Mendes, o Empreendedor de Sonhos’. A Unidos dos Morros que atravessou a passarela com 1.100 componente e 12 alas foi a última agremiação a ser campeã, em 2020, antes da interrupção do evento por conta da pandemia.

Paulo Mendes, filho de Armênio, ressaltou ter convidado alguns parentes para a festa, para essa tradição brasileira que exaltou o homem e empreendedor nascido em Portugal, mas que escolher viver em Santos. “Trouxe para a avenida diversos portugueses e familiares para prestar essa homenagem. Meu pai escolheu Santos como a terra dele. Sei da importância que ele tem”, disse ele.

Ala da escola contou sobre a chegada dos imigrantes ao litoral de São Paulo — Foto: Alex Ferraz/A Tribuna Jornal

A Real Mocidade entrou no sambódromo para contar sobre a chegada dos imigrantes ao litoral de São Paulo, a criação do Porto e a fé em Iemanjá. A escola levou à avenida 1.200 foliões, em 15 alas, para desfilar o enredo ‘Crônica Caiçara: Um Porto de Fé, Esperança e Progresso”.

De acordo com o presidente da escola Edson Ferreira o desfile foi com muito sacrifício, mas gratificante. “Mais uma vez eu estou agradecido a todos que acreditaram na nossa escola. Podem ter certeza que será uma das melhores escolas que passaram na avenida”.

O enredo da escola foi uma homenagem ao Chico Anysio — Foto: Alex Ferraz/A Tribuna Jornal

‘Chico Anysio – A Arte de Fazer Sorrir’ foi o enredo da Mocidade Independência, que contou com 1.200 componente em 14 alas na passarela. A escola contou a história do humorista e dos personagens criados por ele, que tanto deram alegrias ao público.

O presidente da agremiação Severino Batista contou que a escola fez história nesse carnaval. “A mocidade apresentou o que se propôs a fazer. Foi um belíssimo desfile e vamos lutar pelo título”, disse.

A agremiação foi vice-campeã em 2020 e fechou o desfile com um enredo que abordou a alma e a cultura nordestina — Foto: Alex Ferraz/A Tribuna Jornal

A agremiação fechou o desfile do Grupo Especial. A alma e a cultura nordestinas foram retratadas pela escola Vice-campeã do Carnaval de 2020. Com o enredo ‘Se Avexe não! O Marapé É Cabra da Peste, no Meu Carnaval Made in Nordeste’, a União entrou na Passarela Dráusio da Cruz com 1.200 componentes distribuídos em 13 alas. A narrativa teve base o mandacaru e a sua simbologia.

De acordo com o presidente da escola Duílio de Paula o desfile foi maravilhoso. “Nós empolgamos o público. Viemos com brilho no olhar e animação. Levantamos a arquibancada e nosso time que desfilou. Estamos confiantes”, disse ele.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

garoto-chileno-de-13-anos-ajuda-no-combate-a-incendios-com-a-canoa-dele;-veja-video

G1 Mundo

Garoto chileno de 13 anos ajuda no combate a incêndios com a canoa dele; veja vídeo

O país andino está lutando contra alguns dos piores incêndios florestais em anos. Pelo menos 24 pessoas morreram, e mais de 340 mil hectares queimaram. Isso afetou mais de 5.400 pessoas e destruiu mais de mil casas. Um remador de 13 anos se tornou um aliado dos bombeiros do Chile Lucas Cespedes é um chileno de 13 anos que mora perto das florestas do sul do país onde, há dias, […]

today12 de fevereiro de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%