Gospel Prime

Esquerdistas criticam Marvel por planos de super-herói israelense

today19 de setembro de 2022 14

Fundo
share close

Recentemente Kevin Feige, presidente da Marvel Studios, anunciou seus planos para trazer uma super-heroína israelense ao seu universo cinematográfico. O ator Shira Haas interpretará Sabra no próximo filme, “Capitão América: Nova Ordem Mundial”.

Portanto, aqueles que se opõem a Israel foram rápidos em condenar a Disney por trazer a super-heroína israelense para o MCU. Nos quadrinhos, Sabra é um agente da Mossad, agência nacional de inteligência de Israel.

“Mal posso esperar para ver Sabra bombardear um hospital palestino e dizer: ‘Ops. Isso simplesmente aconteceu’. A super-heroína da Marvel de Israel, Sabra, tem muitos poderes, incluindo demolir casas palestinas com sua mente e assassinar crianças palestinas com seus olhos de raio laser”, tuitaram alguns críticos.

Além disso, diversos apoiadores Palestina também criticaram a Marvel por lançar a nova super-heroína. Sugerindo ainda que o novo filme – “Nova Ordem Mundial” – é uma indicação das teorias conspiratórias sobre Israel e os judeus na América.

De acordo com CBN News, o nome “Sabra” é derivado da palavra hebraica para a pera espinhosa, uma planta de cactos frequentemente usada pelos israelenses para descrever a persona judaica estereotipada: um exterior duro com uma disposição doce.



“Marvel ter anunciado Sabra como uma nova personagem quando ela é uma personagem de propaganda do Mossad e [Israel] apenas uma semana antes da 40ª comemoração do massacre de Sabra e Shatila é apenas repugnante”, escreveu um detrator.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

armenios-oram-pelo-fim-do-conflito-com-o-azerbaijao

Gospel Prime

Armênios oram pelo fim do conflito com o Azerbaijão

Desde o rompimento do acordo de cessar-fogo na disputada região de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, no dia 12 de setembro, pelo menos 49 militares armênios e 50 azeri foram mortos. Anteriormente, em 2020, um novo capítulo do conflito terminou com mais de 6.500 mortos e a ocupação do Azerbaijão da maioria deste território habitado principalmente pela Armênia. Sendo assim, Erevan, capital da Armênia, acusa o Azerbaijão de […]

today19 de setembro de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%