G1 Mundo

Estados Unidos retiram destroços de balão chinês derrubado no mar; veja imagens

today7 de fevereiro de 2023 20

Fundo
share close

Balão foi derrubado na costa do estado da Carolina do Sul, no leste dos EUA. Governo americano suspeita de espionagem, mas a China alega que tratava-se de um instrumento meteorológico.


Resumo

  • Os EUA divulgaram fotos da retirada do mar dos destroços do balão chinês que os americanos derrubaram na costa da Carolina do Sul.



  • O balão tinha aparecido dias antes sobrevoando o céu do estado do estado de Montana, e os americanos disseram ser um balão para espionagem.

  • Segundo a China, tratava-se de um instrumento meteoroóligo que desviou de sua rota.

Marinheiros do Grupo 2 de Eliminação de Munições Explosivas recuperam destroços do misterioso balão chinês que foi derrubado pelos Estados Unidos na costa de Myrtle Beach, Carolina do Sul — Foto: U.S. Fleet Forces/U.S. Navy via Reuters

Imagens divulgadas pelo governo dos EUA nesta terça-feira (7) mostram marinheiros retirando do mar partes do misterioso balão chinês na costa da Carolina do Sul, nos Estados Unidos. As fotos foram feitas no domingo (5), um dia depois de o balão ter sido derrubado por um caça americano.

Marinheiros do Grupo 2 de Eliminação de Munições Explosivas recuperam destroços do misterioso balão chinês que foi derrubado pelos Estados Unidos na costa de Myrtle Beach, Carolina do Sul — Foto: U.S. Fleet Forces/U.S. Navy via Reuters

Marinheiros do Grupo 2 de Eliminação de Munições Explosivas recuperam destroços do misterioso balão chinês que foi derrubado pelos Estados Unidos na costa de Myrtle Beach, Carolina do Sul — Foto: U.S. Fleet Forces/U.S. Navy via Reuters

Marinheiros do Grupo 2 de Eliminação de Munições Explosivas recuperam destroços do misterioso balão chinês que foi derrubado pelos Estados Unidos na costa de Myrtle Beach, Carolina do Sul — Foto: U.S. Fleet Forces/U.S. Navy via Reuters

Entenda o caso do balão misterioso

Na última quinta-feira (2), um balão chinês apareceu no céu do estado de Montana, nos Estados Unidos. Após dois dias, o artefato foi derrubado no mar no estado da Carolina do Sul, no leste do país.

Segundo o governo americano, o balão era do tamanho de três ônibus escolares e se moveu para o leste do país a uma altitude de cerca de 60 mil pés (18.600 metros).

Os dois países já apresentaram suas versões sobre o ocorrido. Enquanto os EUA acreditam que era um balão de espionagem, a China alega ser um instrumento meteorológico que desviou da sua rota e viajou até o território americano.

EUA recuperam partes de balão chinês

EUA recuperam partes de balão chinês

Balão chinês tem comprimento de três ônibus — Foto: g1

VÍDEOS: mais assistidos do g1

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-que-investigadores-dos-eua-podem-descobrir-com-destrocos-de-balao-chines

G1 Mundo

O que investigadores dos EUA podem descobrir com destroços de balão chinês

O balão — que, de acordo com o Pentágono, estava espionando instalações militares importantes do país — foi derrubado sobre as águas territoriais dos EUA no sábado (04/02). A China diz que era um dispositivo usado para fins meteorológicos que se perdeu e manifestou "forte insatisfação" com a derrubada dele. Ele tinha 60 metros de altura e carregava uma carga do tamanho de um avião, de acordo com as autoridades […]

today7 de fevereiro de 2023 21

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%