G1 Mundo

Estudante de 14 anos abre fogo em escola na Rússia, mata colega e fere mais cinco

today7 de dezembro de 2023 4

Fundo
share close

Menina usou uma espingarda para balear as pessoas na cidade de Bryansk. Depois, ela se matou, diz a polícia.


Uma estudante de 14 anos matou a tiros um colega e feriu outras cinco pessoas antes de se matar em uma escola na cidade russa de Bryansk, disseram investigadores nesta quinta-feira (7).



“De acordo com dados preliminares, a menina de 14 anos trouxe uma espingarda para a escola, e disparou contra seus colegas de classe”, disse o Comitê de Investigação da Rússia em comunicado.

“Como resultado do incidente, duas pessoas morreram (uma delas era o atirador) e cinco ficaram feridas e foram levadas para um centro médico”, diz o comunicado.

As armas são normalmente controladas de forma rígida na Rússia, mas Bryansk é uma das várias regiões do sul que sofreram ataques durante a guerra com a Ucrânia e onde Moscou incentivou a autodefesa dos civis.

Os investigadores trabalham para entender o caso.

“Juntamente com as autoridades policiais, estamos determinando as circunstâncias sob as quais a aluna conseguiu ter e trazer uma arma para a escola”, disse o governador da região, Alexander Bogomaz.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

http://g1.globo.com/

http://g1.globo.com/




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-seita-crista-da-antiguidade-onde-as-mulheres-podiam-ser-‘padres’

G1 Mundo

A seita cristã da antiguidade onde as mulheres podiam ser ‘padres’

Recentemente, é uma discussão latente e especialistas acreditam que, mesmo que provavelmente não nesse pontificado, seja uma questão de tempo até que elas sejam autorizadas a exercer papéis mais importantes dentro da hierarquia religiosa. Divulgado no fim de outubro, o documento final da assembleia ordinária do Sínodo dos Bispos, realizada no Vaticano ao longo do mês passado, mais uma vez trouxe à tona a participação feminina dentro da Igreja. Dentre […]

today7 de dezembro de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%