G1 Santos

Estudante viraliza ao assumir direção de motorista de app alcoolizado para não se atrasar para festa em SP; VÍDEO

today14 de junho de 2023 5

Fundo
share close

A moradora de Santos, no litoral de São Paulo, estava com mais duas amigas em um evento estudantil em Americana, no interior do estado. O trio decidiu ir a uma festa universitária em Nova Odessa, cidade vizinha, na noite do último sábado (10).

“A policial explicou que ele teria duas opções: refazer o teste [do bafômetro] com outro aparelho e, se desse positivo, seria preso, ou negar refazer o teste e receber uma multa. Ele não poderia sair dirigindo o carro”, contou Nicole. “Ela perguntou se alguma de nós era habilitada e eu disse que sim“.

O vídeo em questão “viralizou” na internet e, até a publicação desta reportagem, tinha mais de 200 mil visualizações no TikTok.



Ao g1, a Uber informou, por meio de nota, que lamenta o ocorrido e informa que este tipo de comportamento configura uma violação ao Código de Conduta da Comunidade do aplicativo. “A conta do motorista foi desativada da plataforma enquanto aguardamos pelas investigações”, diz a nota.

Jovem viralizou ao divulgar perrengue durante corrida de aplicativo para festa em SP — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Nicole lembrou que, inicialmente, não suspeitou que o motorista estivesse alcoolizado. “Entramos no carro e, aparentemente, estava tudo normal”, comentou a estudante. “O motorista só estava quieto, mas até aí tudo bem. Tem gente que prefere não conversar“.

A estudante disse que começou a estranhar o comportamento do condutor quando ele quis mudar o percurso para não pagar o pedágio. “Ele errou o caminho. Entrou numa outra saída dizendo que ‘conhecia um caminho por dentro”. A situação, segundo ela, fez com que ficassem assustadas.

“Estava de noite e a estrada começou a ficar estranha, sem iluminação e só com mato dos lados. Ficamos com medo achando que seríamos sequestradas“.

A estudante explicou que, de imediato, insistiu para que o motorista voltasse para o trajeto designado pelo aplicativo, porém, o condutor reforçou que “conhecia um caminho”. “Ele só aceitou seguir o GPS no segundo retorno que apareceu, depois de eu ser levemente grossa com ele“.

Foi o momento em que o motorista pegou o retorno e passou no pedágio, que custou aproximadamente R$ 10. “O caminho mandava fazer um retorno lá na frente e voltar pelo pedágio que, pra minha surpresa, também cobrava na outra direção. Ele pagou e foi parado na blitz da PM“.

De acordo com a jovem, ao ser solicitado para fazer o teste do bafômetro, o homem perguntou aos agentes se realmente era necessário, uma vez que estava trabalhando. “Já achei estranho”, acrescentou Nicole.

“Ele soprou algumas vezes, mas estava fraco. Quando soprou o suficiente, acendeu uma luz vermelha”, lembrou. “A policial mandou ele encostar o carro na frente da viatura e explicou que tinha dado que ele estava embriagado“.

Segundo Nicole, a policial perguntou se alguma passageira era habilitada e ela confirmou. “Fiz o teste do bafômetro por desencargo e estava liberado”, contou. “Dirigi até o destino e fomos para a festa”.

Por fim, ela relatou que, pela alteração na rota, a corrida passou de R$ 14 para R$ 54. O valor, porém, foi devolvido pela Uber dois dias depois.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

soldado-morto-pela-pm-cresceu-sem-pai-e-sonhava-com-destino-diferente-para-filha-de-1-ano

G1 Santos

Soldado morto pela PM cresceu sem pai e sonhava com destino diferente para filha de 1 ano

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), o jovem foi abordado e baleado após entrar em luta corporal com um agente. A morte dele foi constatada no local pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A família do rapaz, porém, discorda desta versão e afirmou, com base no comportamento dele e no relato de testemunhas, que a vítima sequer reagiu. A irmã de Marcos, […]

today14 de junho de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%