G1 Mundo

EUA anunciam US$ 1,5 bilhão em ajuda à Ucrânia na cúpula de paz na Suíça

today15 de junho de 2024 7

Fundo
share close

A vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, prometeu o apoio inabalável dos EUA à Ucrânia e anunciou mais de 1,5 bilhão de dólares em ajuda ao setor energético do país e à sua situação humanitária como resultado da invasão russa de 27 meses.

Harris fez o anúncio na cúpula da paz na Ucrânia em Lucerna, na Suíça, onde se encontrou com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. Espera-se que ela discurse na sessão plenária da cúpula às 17h30 no horário local.

“Esta guerra continua a ser um fracasso total para (o presidente russo Vladimir) Putin”, disse Harris durante uma reunião bilateral com Zelensky. “É do nosso interesse defender as normas internacionais”, acrescentou ela, prometendo o apoio dos EUA ao país.



Os 1,5 bilhão de dólares incluem 500 milhões de dólares em novos financiamentos para assistência energética e o redirecionamento de 324 milhões de dólares em fundos anunciados anteriormente para reparação de emergência de infraestruturas energéticas e outras necessidades na Ucrânia, disse o gabinete do vice-presidente.

“Esses esforços ajudarão a Ucrânia a responder aos últimos ataques da Rússia à infraestrutura energética, apoiando a reparação e a recuperação, melhorando a resiliência da Ucrânia às interrupções no fornecimento de energia e estabelecendo as bases para reparar e expandir o sistema energético”, disse o gabinete de Harris.

Ela também anunciou mais de 379 milhões de dólares em assistência humanitária do Departamento de Estado e da Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional para ajudar refugiados e outras pessoas afetadas pela guerra.

O dinheiro destina-se a cobrir assistência alimentar, serviços de saúde, abrigo e serviços de água, saneamento e higiene para milhões de ucranianos.

Harris, que passará menos de 24 horas na reunião, substituirá o presidente Joe Biden no evento. O presidente acaba de encerrar sua participação na cúpula do G7 na Itália e retornará aos Estados Unidos para participar de uma arrecadação de fundos para sua campanha de reeleição em Los Angeles.

Biden reuniu-se com Zelensky tanto na cúpula do G7, onde assinaram um acordo de segurança bilateral EUA-Ucrânia, como em França para eventos em torno do 80º aniversário da invasão do Dia D da Segunda Guerra Mundial.

O conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, representará os Estados Unidos na cúpula de domingo e ajudará a estabelecer grupos de trabalho sobre o regresso de crianças ucranianas da Rússia e sobre segurança energética.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

coreia-do-sul-dispara-tiros-de-aviso-apos-soldados-da-coreia-do-norte-atravessarem-a-fronteira

G1 Mundo

Coreia do Sul dispara tiros de aviso após soldados da Coreia do Norte atravessarem a fronteira

A Coreia do Sul não informou o número de soldados norte-coreanos que violaram a demarcação militar na Zona Desmilitarizada (DMZ). Em um comunicado, os militares disseram que os soldados do país vizinho retornaram para o Norte assim que os disparos foram feitos. O porta-voz do Exército da Coreia do Sul disse que as forças não consideraram a violação intencional, já que a região possui floresta densa, o que dificulta a […]

today15 de junho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%