G1 Mundo

EUA consideram provável novo teste nuclear da Coreia do Norte

today16 de julho de 2023 8

Fundo
share close

Os Estados Unidos consideram que é provável que a Coreia do Norte realize outro “teste nuclear”, depois do lançamento de um míssil balístico intercontinental por parte do regime comunista na semana passada, disse um alto funcionário da Casa Branca neste domingo (16).

“Durante algum tempo, tem me causado preocupação que a Coreia do Norte realize o que seria seu sétimo teste nuclear ao longo de vários governos. E sigo preocupado com isso”, declarou o assessor de Segurança Nacional, Jake Sullivan, ao programa de entrevistas “Face the Nation”, da emissora CBS.

“Não vejo nenhuma indicação imediata de que isso vai acontecer. Mas não seria uma surpresa se a Coreia do Norte seguisse em frente com outro teste nuclear relacionado à sua capacidade de mísseis balísticos intercontinentais”, acrescentou.



Sullivan enfatizou que o governo de Pyongyang começou a testar sua capacidade nuclear há muitos anos e “continuou fazendo testes”.

O míssil, um Hwasong-18 impulsionado por combustível sólido que, segundo os relatos, teria sido testado antes apenas uma vez, voou por 1.001 quilômetros a uma altitude máxima de 6.648 quilômetros antes de cair no Mar do Leste, também conhecido como Mar do Japão, informou a estatal norte-coreana Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês).

Coreia do Norte testa seu mais recente míssil balístico intercontinental

Coreia do Norte testa seu mais recente míssil balístico intercontinental

As relações entre Coreia do Norte e Coreia do Sul estão em um momento tenso. No ano passado, Kim declarou seu país como uma potência nuclear “irreversível” e pediu um aumento na produção de armas, incluídas as de ordem nuclear tática.

As Nações Unidas, os Estados Unidos e seus aliados condenaram energicamente o lançamento de quarta-feira, que violou múltiplas resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

Contudo, Sullivan reiterou a oferta de negociações de Washington com Pyongyang e disse que a administração do presidente democrata Joe Biden está “preparada para se sentar e dialogar sem condições prévias sobre seu programa nuclear”.

Em junho, a Coreia do Norte disparou dois mísseis de curto alcance em sua costa leste enquanto Sullivan se encontrava com seus colegas japoneses e sul-coreanos em Tóquio.

Míssil é exibido durante um desfile militar feito em celebração ao 75º aniversário do exército da Coreia do Norte, em 8 de fevereiro de 2023. — Foto: KCNA/ Reuters

Um porta-voz do Ministério da Defesa Nacional da Coreia do Norte disse na época que os exercícios conduzidos pela Coreia do Sul e pelos Estados Unidos estavam aumentando a tensão militar na região e suas forças responderiam a “qualquer tipo de protesto ou provocação de inimigos”.

Os programas de mísseis balísticos e armas nucleares da Coreia do Norte foram banidos por resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas que sancionaram o país, mas os esforços diplomáticos para reduzir as tensões ou persuadir Pyongyang a abandonar seu arsenal nuclear foram interrompidos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tunisia-e-ue-anunciam-‘parceria-estrategica’-sobre-economia-e-migracao

G1 Mundo

Tunísia e UE anunciam ‘parceria estratégica’ sobre economia e migração

A União Europeia (UE) e a Tunísia assinaram, neste domingo (16), um memorando de entendimento para estabelecer uma "parceria estratégica integral" nas áreas de combate à migração irregular, desenvolvimento econômico e energias renováveis. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, destacou, no palácio presidencial tunisiano, o acordo destinado a "investir em prosperidade compartilhada" com o país do norte da África, ponto de partida de milhares de migrantes que […]

today16 de julho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%