G1 Mundo

EUA e Taiwan assinam acordo comercial; China reclama de ‘sinais errados às forças de independência’

today2 de junho de 2023 6

Fundo
share close

Os Estados Unidos e Taiwan assinaram, nesta quinta-feira (1º), um acordo comercial com o objetivo de aprofundar as relações econômicas entre os dois países. O governo da China não gostou e respondeu rapidamente.

A iniciativa assinada entre os dois países visa impulsionar o comércio por meio da harmonização dos controles alfandegários, assim como estabelecer medidas para lutar contra a corrupção nos EUA e na ilha.

A questão é que a China considera que Taiwan é parte de seu território, e os chineses afirmam que têm plano de retomar o território no futuro.



Desde 1979, para não desagradar os chineses, o governo dos EUA não tem relações formais com Taiwan. No entanto, os americanos interagem de diversas formas (agora, com um tratado comercial). Por isso, se diz que os EUA agem com uma ambiguidade estratégica em relação a Taiwan.

Os EUA são o segundo maior parceiro comercial da ilha, e o governo americano é um de seus principais aliados e fornece armas.

Aeronave P-8A Poseidon da Marinha dos EUA fez patrulhamento no Estreito de Taiwan — Foto: U.S Navy

China não quer que EUA e Taiwan ampliem a relação

A China teme qualquer reaproximação entre Taiwan e outros governos, e enviou uma advertência.

Os EUA “não devem enviar sinais errados às forças de independência de Taiwan em nome do comércio”, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Mao Ning, nesta quinta-feira.

A porta-voz pediu a Washington que evite assinar qualquer acordo “com conotações de soberania ou de natureza oficial com a região chinesa de Taiwan”.

Nos últimos anos, o governo chinês aumentou a quantidade de incursões militares por ar e água perto da ilha de Taiwan. Os últimos exercícios ocorreram em abril, quando a China simulou um cerco de três dias ao território insular.

As manobras militares foram uma resposta ao encontro entre a presidente taiwanesa, Tsai Ing-wen, e o presidente da Câmara de Representantes dos EUA, Kevin McCarthy, na Califórnia.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

video:-joe-biden-tropeca-e-cai-em-cerimonia-na-academia-da-forca-aerea-dos-eua

G1 Mundo

Vídeo: Joe Biden tropeça e cai em cerimônia na academia da Força Aérea dos EUA

Presidente dos EUA tem 80 anos. A Casa Branca afirmou que ele está bem. Biden cai durante cerimônia da Força Aérea dos EUA O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de 80 anos, tropeçou e caiu nesta quinta-feira (1º) durante uma cerimônia na Academia da Força Aérea dos EUA. Ele se levantou sozinho e voltou rapidamente ao seu assento. Nos últimos momentos da cerimônia, o presidente se virou para atravessar […]

today2 de junho de 2023 45

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%