G1 Mundo

EUA oferecem à Eslováquia um bilhão de dólares em armas por ajuda à Ucrânia

today22 de março de 2023 7

Fundo
share close

Juntamente com a oferta de equipamentos dos EUA, a Eslováquia receberá € 250 milhões em compensação da União Europeia.


Um caça MiG-29 da Força Aérea da Eslováquia durante um show aéreo em 27 de agosto de 2022 — Foto: Petr David Josek/AP



Os Estados Unidos ofereceram à Eslováquia 12 novos helicópteros Bell AH-1Z Viper com um desconto de dois terços do preço padrão depois que o país enviou 13 caças MiG-29 para a Ucrânia. O acordo, divulgado nesta quarta-feira (22), permitirá que os eslovacos paguem US$ 340 milhões em três a quatro anos por um pacote com valor superior a US$ 1 bilhão.

“Esta oferta é extremamente vantajosa e aumentará significativamente o potencial de defesa da Eslováquia“, disse Jaroslav Nad, ministro da Defesa da Eslováquia, em publicação nas redes sociais.

Além dos helicópteros, a oferta inclui acessórios, formação para pilotos e técnicos; e mais de 500 mísseis AGM-114 Hellfire.

Nad afirmou que a oferta do helicóptero se deve em parte ao seu apoio à vizinha Ucrânia e também à compensação indireta pelo atraso na entrega dos caças F-16 que o país encomendou em 2018 e que agora devem chegar em 2024.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tribunal-interamericano-de-direitos-humanos-julga-pela-primeira-vez-caso-de-direito-ao-aborto

G1 Mundo

Tribunal Interamericano de Direitos Humanos julga pela primeira vez caso de direito ao aborto

Beatriz (nome fictício), diagnosticada em 2013 com uma doença autoimune, o lúpus eritematoso sistêmico, teve o aborto negado, apesar de ter sua vida em risco. Além disso, o feto apresentava anencefalia, condição caracterizada pela ausência de desenvolvimento cerebral durante a gravidez. Em janeiro de 2022, o Tribunal Interamericano começou a tratar do caso de Beatriz, falecida em 2017 em um acidente de trânsito, contra El Salvador, onde o aborto é […]

today22 de março de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%