G1 Mundo

Exército do Sudão suspende negociações de trégua com paramilitares

today31 de maio de 2023 7

Fundo
share close

O exército do Sudão suspendeu sua participação nas negociações na Arábia Saudita para alcançar uma trégua com os paramilitares que disputam o poder, anunciou uma fonte governamental à AFP nesta quarta-feira (31).

O exército tomou a decisão “porque os rebeldes nunca aplicaram um dos pontos do acordo de trégua temporária que prevê sua retirada dos hospitais e das casas. E não param de violar a trégua”, afirmou a fonte, que pediu anonimato.

O conflito no Sudão, iniciado em 15 de abril, envolve o exército, comandado pelo general Abdel Fatah al Burhan, e os paramilitares das Forças de Apoio Rápido (FAR), liderados pelo general Mohamed Hamdan Daglo.



Os mediadores sauditas e americanos anunciaram na segunda-feira (29) que as duas partes haviam concordado em prorrogar por cinco dias uma trégua humanitária em vigor desde 22 de maio, mas a interrupção dos combates foi violada com ataques aéreos, disparos de artilharia e deslocamentos de blindados.

O conflito, que deixou pelo menos 1.800 mortos, de acordo com a ONG ACLED, e quase 1,5 milhão de deslocados e refugiados, segundo a ONU.

Antes do novo conflito, o Sudão já era um dos países mais pobres do mundo. E após quase sete semanas de guerra, 25 dos 45 milhões de sudaneses não conseguem mais sobreviver sem a ajuda humanitária, afirmou a ONU.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cinco-membros-de-grupo-militante-palestino-sao-mortos-em-explosao-na-fronteira-libanesa-siria

G1 Mundo

Cinco membros de grupo militante palestino são mortos em explosão na fronteira libanesa-síria

O porta-voz do grupo militante Frente Popular para a Libertação da Palestina, Anwar Raja, disse à Reuters que um ataque israelense na cidade libanesa de Qusaya também feriu 10 pessoas. Simpatizantes da Frente Popular para Libertação da Palestina — Foto: Hatem Moussa/AP Cinco membros do grupo militante Frente Popular para a Libertação da Palestina (PFLP) foram mortos em uma explosão durante a noite de terça (30), perto da fronteira do […]

today31 de maio de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%